Queixa Crime por Difamação, Injúria e Ameaça contra MULHER – Juizado Especial Criminal

Favor, citar a fonte: http://aldoadv.wordpress.com

VEJA TAMBÉM: Primeiras Providências nos Casos de Violência.

Estado-Juízo de Direito do Juizado Especial Criminal da Cidade de …. – Pernambuco.  

 

 

 

 

 O Direito não é uma pura teoria, mas uma força viva. Por isso a justiça sustenta em uma das mãos a balança em que pesa o Direito, e na outra a espada de que se serve para defender. A espada sem a balança é a força bruta, a balança sem a espada é a impotência do direito1 “.  

 “A persecução penal não tem origem apenas na certeza da prática do fato criminoso por pessoa determinada, mas na notícia do evento criminoso, cercado de razoável convicção a propósito da autoria. A intervenção estatal, para o fim de prestação jurisdicional, não reclama senão a existência do ‘fumus boni juris’, tanto quanto ao fato como no que toca à autoria, pelo que, se não pode ser reclamada sem um mínimo de prova da autenticidade da acusação, a ela não se exige, da mesma forma, prova plena, definitiva e irreversível de sua procedência”. (Rec. – crime 391.773-3, Sorocaba, TACSP, 8ª Câmara, RT 606/356)2 .  

 

 FULANA DE TAL … (qualificar), tendo em vista que não houve composição dos danos civis na presente demanda, bem como o Autor do Fato não aceitou a proposta de cumprimento de pena não privativa de liberdade oferecida pelo Ministério Público (Art. 75, da Lei nº 9.099, de 26.09.1995), tratando-se de ilícito penal cujo procedimento só se processa mediante Queixa Crime (Arts. 139, 140 e 147, do Código Penal c/c Art. 30, do Código de Processo Penal), dentro do prazo legal (Art. 38, CPP), vem propor 

                                                   Q U E I X A C R I M E ”  

 contra BELTRANO DE TAL … (qualificar), nos autos deste Procedimento Criminal Especial nº 00000/2007, expondo e requerendo o que adiante se segue: “E, assim, objetiva-se na exposição circunstanciada do fato criminoso trazida ao conhecimento da autoridade competente, pela parte ofendida ou por quem tenha a qualidade ou poderes para representá-lo a fim de que se inicie contra o ofensor ou autor do delito a ação penal 3 ”.

  

1. DOS FATOS: 

Ao bel prazer do Querelado, ofendendo a dignidade/decoro da Vítima (Querelante), bem como à sua reputação, além de ameaça-la, publicamente, nos dias …………….. e subsequentes, assim como o vem fazendo até os dias atuais (dia do registro de Queixa na 4ª DEPOL da MULHER, sob o nº …………………………….). 

O Querelado tirou fotos da Querelante quando a mesma estava em via pública, fazendo-se sugerir que conhecia a mesma e, a partir daí, começou a divulgar publicamente que tinha um caso amoroso com ela (inclusive inventando contatos físicos mais íntimos em motéis e congêneres), divulgando o fato – INVERÍDICO, ressalte de passagem – entre amigos e demais conhecidos e que, portanto, repercutiu muito negativamente na vida pessoal, social e profissional da Demandante, uma vez que é mulher séria, honesta e de família tradicionalista, além de ter namorado, com que está planejando se casar já a certo tempo. 

Dentre as pessoas com as quais o Querelado INVENTOU e DIVULGOU o indesejável episódio, o Sr. CICLANO e o Sr. TAL (testemunhas), foram as pessoas que informaram ao namorado da Querelante sobre o fato denunciado, que ficou altamente constrangido e buscou tomar satisfação com a Querelante, situação que ocasionou o rompimento do namorado, justamente poucos dias depois de terem noivado. 

O fato tornou-se público e notório rapidamente, até porque a Querelante e seu namorado são pessoas muito conhecidas na comunidade, o que gerou vários constrangimentos e aborrecimentos diversos, inclusive em tons de PRECONCEITO declarado à pessoa da Demandante, uma vez que vivemos numa sociedade extremamente MACHISTA e, portanto, inaceitável a PSEUDO-CONDUTA da Srta. …………………….., que já foi “sentenciada (condenada)” pela sociedade como sendo uma “mulher de vida fácil”. As consequências desses fatos foram terríveis para a Autora, que pretendia casar com seu noivo e serem felizes e, agora, amarga a perda de um grande amor por conta de comentário INVERÍDICOS proferidos publicamente pelo Querelado, devendo tais circunstâncias servirem como PESO na dosimetria da pena (Arts. 59 e 60, do Código Penal brasileiro) a ser imposta ao Réu, além das circunstâncias agravantes que o caso ensejar. A vida da Querelante tornou-se um INFERNO desde então, principalmente porque sua imagem está completamente MANCHADA socialmente e as pessoas não tem mais respeito pela Autora (principalmente os homens, que pensam que ela é uma “puta”), além do sofrimento da família dela, que está muito preocupada com a mesma, que começa a desenvolver várias patogenias psíquicas, tais como depressão, angústia, entre outras. 

É interessante (no sentido de surpresa e desaprovação) como um cidadão passa anos para construir uma BOA IMAGEM perante a sociedade e, em questão de minutos, outrem pode ARRUINÁ-LA completamente e, pior, A IMAGEM RUIM É A QUE FICA MARCADA NA MENTE DAS PESSOAS. 

Imagine-se o tamanho do CONSTRANGIMENTO e PREJUÍZOS MATERIAIS, levando-se em conta, também, que a Querelante é EMPRESÁRIA bastante conhecida na região, principalmente porque lida diariamente com seu público consumidor e terceiros. 

Como se não bastasse, o famigerado Querelado ainda disse publicamente, inclusive, que, caso ela tomasse qualquer providência, iria se “FERRAR” com ele, ameaçando-a ACINTOSAMENTE, usando-se para tal de mensagens escritas e auditivas por telefone celular, o que demonstra claramente que a Autora ESTÁ SOFRENDO FORTE PERSEGUIÇÃO por parte do Querelado e, inclusive, TEME POR SUA VIDA, pois sabe-se lá do que é mais capaz o Réu em suas “doentias” (não menos criminosa) condutas ilícitas. 

Ressalte-se de passagem que a Querelante não conhecia o Querelado, nem tinha qualquer contato comercial com ele e, portanto, as fotos que ele tirou dela foi sem seu consentimento e ciência. Igualmente importante salientar que o Querelado está “rondando” pelas proximidades de onde a Querelante trabalha e reside, provavelmente para INTIMIDÁ-LA a não tomar as providências legais cabíveis, assim como é de conhecimento público e notório, situação que está deixando a mesma muito AMEDRONTADA. 

Segundo informações de terceiros e que serão provados em instrução processual, o Querelado SEMPRE teve “inveja” do namorado (ex) da Querelante e talvez todos esses fatos aqui narrados foram motivados por este sentimento negativo em desfavor daquele “pobre rapaz”, mas quem foi realmente prejudicada foi a Querelante, assim como visto alhures, uma vez que o Demandado trabalha na mesma empresa do ex namorado da Autora.  

Portanto, cansada desta situação, solicita que este Juizado Criminal CONDENE o Querelado nas penas dos Arts. 139, 140 e 147 do Código Penal brasileiro, preenchidos os requisitos legais, inclusive aos Princípios da Ampla Defesa e do Contraditório, a fim de se evitar possíveis nulidades, uma vez que o Judiciário, que deve à luz de cada caso concreto, agindo com Justiça, deverá julgar procedente o presente feito, pois, além de legítima a pretensão da Parte Autora, provados estarão os fatos e os pressupostos essenciais da demanda, originadas pela ação lesiva da Parte Demandada. 

Afinal de contas, o Direito destina-se a disciplinar as relações humanas, para o convívio harmônico e para o bem-estar do homem, como de resto todas as coisas que a ele se dirigem. Nada tem valor se não estiver em função do ser humano. Na verdade, o universo só tem sentido para o homem, porque os bens e as coisas existem para satisfazer as necessidades. Assim, também as regras que devem ter como foco principal o fato social.

Estes são os argumentos, as alegações e as provas que devem ser submetidos ao crivo do Estado/Judiciário, cuja avaliação deva ser o suficiente para reconhecer a pretensão da Parte Requerente e tornar legítimo o seu direito, PUNINDO-SE SEVERAMENTE o Réu.

 

 

2. DOS ATOS ILÍCITOS PRATICADOS: 

2.1. Da injúria: 

Da forma como agiu o Querelado, cometeu ato ilícito penal contra a dignidade da Querelante, uma vez que ofendeu-lhe sua dignidade e decoro, conforme visto alhures:

 Injúria

 Art. 140 – Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro:

Pena – detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa. 

Neste mesmo sentido: 

“Honra subjetiva é o sentimento de cada um a respeito de seus atributos físicos, intelectuais, MORAIS e demais dotes da pessoa humana. É aquilo que cada um pensa a respeito de si mesmo em relação a tais atributos.Honra objetiva é a REPUTAÇÃO, aquilo que os outros pensam a respeito do cidadão no tocante a seus atributos físicos, intelectuais, MORAIS, etc. 4”. 

 

2.2. Da difamação: 

Ao denegrir a imagem e a honra da Querelante, depreciando-lhes sua subjetividade perante a sociedade, ofendendo-lhes sua boa reputação, ofendendo-lhes, ainda, sua dignidade e o decoro, pode o Acusado ter incidido nas penas cominadas Art. 139, “em tese”, do Decreto-Lei nº 2.848, de 07.12.1940 (Código Penal Brasileiro), “in verbis”, face seu “modus operandi”: 

“Decreto-Lei nº 2.848, de 07.12.1940

Difamação

Art. 139 – Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação:

Pena – detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, e multa”. Idem: “Objeto jurídico – A honra objetiva (REPUTAÇÃO).

Nesse sentido:

STJ, RHC 5.134, 6ª Turma, DJU, 16 jun. 1997, p. 27.401-2; TACrimSP, Acrim 607.357, RJDTACrimSP, 8:93 5”. 

 

2.3. Da ameaça: 

Tato por telefone, quanto por gestos, recados e afins,com a promessa de lhe causar MAL INJUSTO e GRAVE, comete o Réu o crime de ameaça, que será provado em audiência instrutória: 

Decreto-Lei nº 2.848, de 07.12.1940

Art. 147. Ameaçar alguém, por palavra, escrito ou gesto, ou qualquer outro meio simbólico, de causar-lhe mal injusto e grave:

Pena – detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa”. 

O crime de ameaça é Crime Formal e, assim, descreve a conduta e o resultado visado pelo sujeito, a intimidação do ofendido. No delito de ameaça o mal pode ser atual ou futuro. Seu objetividade jurídica é paz de espírito, a tranqüilidade espiritual e consuma-se no instante em que o sujeito passivo toma conhecimento do mal prenunciado. 

 

3. DA AUTORIA E MATERIALIDADE DELITIVAS: 

A Autoria é inconteste e será comprovado em instrução processual. A Materialidade delitiva também será comprovada em instrução processual, pois trata-se de delito cujo meio de prova pode e deve ser comprovado por depoimentos testemunhais, entre outros meios probatórios em direito admitidos. 

Neste sentido: 

“Momento consumativo – Ocorre no instante em que um terceiro, que não o ofendido, toma conhecimento da imputação ofensiva à reputação. Nesse sentido: RT, 591:412 e 634:342; RTJ , 111:1.032. Formal, a difamação não exige, para a sua consumação, a efetiva lesão do bem jurídico, contentando-se com a possibilidade de tal violação. Basta, para sua existência, que o fato imputado seja capaz de macular a honra objetiva. Não é preciso que o ofendido seja prejudicado pela imputação 6”. 

 

4. DO CONCURSO MATERIAL HETEROGÊNEO: 

Com a prática de mais de uma conduta lesiva (injúria e difamação) e em momentos distintos, conforme visto alhures, cometeu ilícitos diferentes, sendo, portanto, cabível à espécie dos autos a aplicação do Art. 69, do CP, “in verbis”, levando sempre em consideração as circunstâncias agravantes que o caso enseja (Art. 61, incisos e alíneas, do CP), aplicando-se cumulativamente as penas privativas de liberdade em que haja incorrido em cada um dos delitos . 

Art. 69. Quando o agente, mediante mais de uma ação ou omissão, pratica dois ou mais crimes, idênticos ou não, aplicam-se cumulativamente as penas privativas de liberdade em que haja incorrido.

No caso de aplicação cumulativa de penas de reclusão e de detenção, executa-se primeiro aquela”. 

A respeito do assunto ANDRÉ ESTEFAM ARAÚJO LIMA e FRANCISCO DE CAMARGO LIMA 7, traz importantes e consistentes comentários a respeito do concurso material, “in verbis”: 

“No exame do concurso material (art. 69) percebe-se nitidamente que os crimes praticados pelo agente podem ser ‘idênticos ou não’, isto é, homogêneos ou heterogêneos.A principal característica do concurso material seria a conexão objetiva entre os crimes ocorridos, entendendo-se incidir conexão, segundo ensinamento de Tourinho Filho 8, ‘quando duas ou mais infrações estiverem entrelaçadas por um vínculo, um nexo, um liame que aconselha a junção dos processos, propiciando, assim, ao julgador a perfeita visão do quadro probatório e, de conseqüência, melhor conhecimento dos fatos, de todos os fatos, de molde a poder entregar a prestação jurisdicional com firmeza e justiça 9”. 

Logo, havendo nitidamente conexão entre os delitos praticados pelo Querelado, igualmente deverá, “data venia”, se somar para também se somarem as penas, tudo no intuito de se ver valer a aplicação da lei penal de conformidade com o caso específico.

Nesse sentido: 

“O que distingue o concurso material ou real é a pluralidade de resultados puníveis. O agente, mediante duas ou mais ações ou omissões, realiza diversas figuras típicas penais. Este é o concurso de crimes verdadeiro e próprio. CADA RESULTADO SE CONFIGURA COMO UM DELITO AUTÔNOMO, com as suas características gerais de ação típica antijurídica e culpável, todos vinculados entre si apenas pela identidade do sujeito. Mesmo o momento executivo deve ser independente para cada crime. Será homogêneo o concurso, se as figuras delituosas são da mesma espécie; hetrogêneo, se de espécies diferentes.No concurso material a situação é evidente. O agente cometeu vários crimes e responde naturalmente por todos eles, carregando com a soma das penas a eles cominadas. A regra é a acumulação material, malgrado a repugnância que em muitos setores da doutrina se tem manifestado contra ela. Pelo nosso Código, na hipótese de concurso real, é a aplicação cumulativa das penas que rege.Não se confunde concurso real com reincidência. Nesta há também diversos crimes praticados pelo mesmo sujeito, mas, desses, um ou mais já foram objeto de sentença condenatória definitiva, e o que vier a ocorrer depois disso não se pode juntar aos anteriores em uma sequência de crimes concorrentes. A repetição criminosa depois da condenação constitui a circusntância agravante da reincidência 10”. 

idem: 

“do cúmulo material: considera que as penas dos vários delitos devem ser somadas. Foi adotada entre nós o concurso material ou real (Art. 69, caput) e do concurso formal imperfeito (CP, Art. 70, caput, 2ª parte) 11”. 

 

5. DO CONCURSO FORMAL: 

Também é importante que seja-lhe aplicado o conteúdo do Art. 70, CP, caso em suas ações ou omissões, tenha se caracterizado 02 ou mais crimes, idênticos ou não: 

CP

Art. 70. Quando o agente, mediante uma só ação ou omissão, pratica dois ou mais crimes, idênticos ou não, aplica-se-lhe a  mais grave das penas cabíveis ou, se iguais, somente uma delas, mas aumentada, em qualquer caso, de um sexto até metade. As penas aplicam-se, entretanto, cumulativamente, se a ação ou omissão é dolosa e os crimes concorrentes resultam de desígnios autônomos, consoante o disposto no artigo anterior”. 

 

6. DA PROPOSTA DE COMPOSIÇÃO DOS DANOS: 

Propõe a composição dos danos extra-patrimoniais no montante de R$ 100.000,00, cem mil reais, (Art. 74, da Lei nº 9.099/95), com fundamento nos Princípios da Oralidade, Informalidade, Economia Processual e Celeridade, atendendo à função social do processo, além do previsto nos Arts. 4º e 5º, da Lei de Introdução ao Código Civil – LICC, bem como aos princípios gerais do Direito e demais disposições usuais . 

Neste mesmo sentido: 

“A composição dos danos constitui forma de despenalização, uma vez que, em determinados crimes, como os de ação penal privada e de ação penal pública condicionada à representação, conduz à extinção da punibilidade (Art. 74, Parágrafo único, desta Lei nº 9.099/95)12”.  

7. DOS PEDIDOS: 

Ex posittis”, requer: 

a.      seja decretado “Segredo de Justiça” ao presente procedimento criminal, tendo em vista que os fatos da demanda são muito constrangedores para a Querelante, devendo os autos serem entregues apenas às partes, sob pena de responsabilidade; 

b.      seja o Querelado CITADO (devendo lhe ser entregue a CONTRAFÉ da presente petição, conf. Art. 78 e úteis, da Lei dos JEC´s) para responder aos termos da presente ação penal privada (não sendo o mesmo encontrado, sejam os autos enviados para a Justiça Comum, a fim de citá-lo por EDITAL), bem como para realização da INSTRUÇÃO PROCESSUAL, abrindo-lhe a oportunidade para compor os danos civis (Art. 74 do mesmo diploma legal), caso queira; 

c.      após confirmada judicialmente a autoria e materialidade dos delitos dos autos, seja o Querelado condenado, julgando-se procedente a presente Queixa- Crime, nas penas cominadas nos Arts. 139, 140 e 147 do Código Penal pátrio, sugerindo desde já que pague a pena (já que infelizmente não é possível a privação da liberdade), “in totum”, em estabelecimento prisional feminino, a fim de que, em contato, mesmo que indireto, com mulheres, aprenda a RESPEITÁ-LAS e NUNCA MAIS ofender-lhe de qualquer maneira; 

d.      seja a presente QUEIXA CRIME apensa aos autos do Processo nº 000000/2007 deste JECriminais/……… (PE);  

e.       vistas ao Ministério Público (Art. 45 e úteis, CPP). 

Protesta provar o alegado por todos os meios de prova em Direito admitidos, especialmente pela juntada posterior de documentos, ouvida do Noticiado, depoimentos das testemunhas abaixo arroladas, perícias, diligências e tudo mais que se fizer necessário para a prova real no caso “sub judice”. 

São os termos em que, pede e espera, pois, A CONDENAÇÃO DO QUERELADO.

Cidade ………. (PE), 22 de novembro de 2007.   

Bel. ………………….

ADVOGADO – OAB/PE nº ……………

 “ … Essa Justiça desafinada é tão humana e tão errada … ” (LEGIÃO URBANA) 

“Estudar o direito é, assim, uma atividade difícil, que exige não só acuidade, inteligência, preparo, mas também encantamento, intuição, espontaneidade. Para compreendê-lo é preciso, pois, saber e amar. Só o homem que sabe pode Ter-lhe o domínio. Mas só quem o ama é capaz de dominá-lo rendendo-se a ele13”.

 “A demora excessiva é fonte de injustiça para a parte autora. Se o tempo é dimensão fundamental na vida humana, no processo ele desempenha idêntico papel, pois processo também é vida. O tempo, como se pode sentir, é um dos grandes adversários do ideal de efetividade do processo. Mas o tempo não pode servir de empeço à realização do direito 14”. “Muita paz tem os que amam a tua lei”. (Salmo 119:165)

Anexos: 

1.                 procuração;

2.                 queixa na DEPOL da Mulher;

3.                 outros.  

Rol de Testemunhas: …   

OBS 1: Entendo que o Advogado da VÍTIMA já deve levar esta petição pronta na audiência preliminar a que alude o Art. 75, da Lei dos JECriminais, a fim de não mais perder tempo com a demanda, no entanto, a QUEIXA CRIME poderá ser proposta depois, conforme lhe autoriza o Parágrafo único do mencionado artigo. 

OBS 2: Em não sendo possível a composição civil, independentemente do resultado da Ação Penal (procedência ou improcedência, etc.), pode a Vítima propor a competente AÇÃO DE REPARAÇÃO CIVIL POR DANOS MORAIS, tendo até 03 anos para isso, contados da data do fato delituoso, conforme Art. 206, § 3º, inciso V, do Código Civil. 

1 RUDOLF VON HERING.

2 In Dicionário Jurídico Brasileiro Acquaviva, Editora Jurídica Brasileira, 8ª edição, pág. 1179 – por MARCOS CLÁUDIO ACQUAVIVA.

3 DE PLÁCIDO E SILVA, in Vocabulário Jurídico, Vol. IV, Ed. Forense, Rio de Janeiro, 1980, pág. 1.279.

4 DAMÁSIO EVANGELISTA DE JESUS, in Código Penal Anotado, Ed. Saraiva, 10ª ed. – 2000, São Paulo, pág. 460.

5 DAMÁSIO EVANGELISTA DE JESUS, in Código Penal Anotado, Ed. Saraiva, 10ª ed. – 2000, São Paulo, pág. 469.

6 DAMÁSIO EVANGELISTA DE JESUS, in Código Penal Anotado, Ed. Saraiva, 10ª ed. – 2000, São Paulo, pág. 471.

7 ANDRÉ ESTEFAM ARAÚJO LIMA é 8º Promotor de Justiça e Professor de São José dos Campos – SP e FRANCISCO DE CAMARGO LIMA é Delegado de Polícia Aposentado de São Paulo; Ex-Corregedor Geral da Polícia Civil e Professor de Direito Penal da PUC-SP.

8 TOURINHO FILHO, in Processo Penal, vol. 2, Saraiva, 1993, pág. 158.

9 ANDRÉ ESTEFAM ARAÚJO LIMA e FRANCISCO DE CAMARGO LIMA – O CONCURSO MATERIAL HOMOGÊNEO E O CRIME CONTINUADO, in Revista da Associação Paulista do Ministério Público, ano III, nº 27, jun./99, págs. 67-70.

10 ANÍBAL BRUNO, in Direito Penal, Tomo 2º – Parte Geral, Ed. Forense, pág. 294-295.

11 DAMÁSIO EVANGELISTA DE JESUS, in Código Penal Anotado, Ed. Saraiva, 10ª ed. – 2000, São Paulo, pág. 238.

12 DAMÁSIO EVANGELISTA DE JESUS, in Lei dos Juizados Especiais Criminais Anotada, Ed. Saraiva, 6ª ed. – 2001, São Paulo, pág. 52.

13 TÉRCIO SAMPAIO FERRAZ Jr., in Introdução ao Estudo do Direito – Técnica, Decisão, Dominação, 2ª ed., São Paulo, Atlas, 1994, p. 21.

14 REIS FREIDE, in Tutela Antecipada, Tutela Específica e Tutela Cautelar, pág. 44. 

About these ads

73 opiniões sobre “Queixa Crime por Difamação, Injúria e Ameaça contra MULHER – Juizado Especial Criminal”

  1. Trata-se de uma iniciativa louvável e cidadã. Colocar a disposição de pessoas interessadas caminhos para a construção da efetiva cidadania, é uma atitude que precisa ser copiada.

  2. tem um sr que nao aceita a separacao de sua mulher rose ventura e fica me difamando como proceder neste caso fica me chamando de canalha

  3. fiu acusada de ameaça, tendo na audiência a Ema Juíza oferecido a transação penal, sendo esta aceita por mim; que somente aceitei por medo de me prejudicar no emprego´, porém, quero saber se posso entrar com a Queixa Crime, haja vista que nunca possui nenhum problema com a justiça, e que, não foi provado contra minha pessoa, até porque o fato narrado pela suposta vitima é uma CALUNIA.

  4. gostaria de saber como devo proceder a namorada do meu ex me liga quase todos os dias falando palavras de baixo calão,como chamando de prostituta e outras do gênero,sempre a madrugada,isso há mais de um ano,já mudei de celular várias vezes e ele continua ligando só quesó me liga de número suprimido,mas reconhecí a voz outro dia quando me ligou do celular dele,sei que estou sendo injuriada mas como faço pra provar que ele se me liga de cel suprimido?obrigada

    1. olha eu to passando pelo mesmo problema que vc so que no meu caso ela ainda me ameaça de morte então fiz um bo conseguie o endereço dela e mandei uma intimaçao pra ela oo juiz vai pedir a quebra do sigilo telefonico pra provar que e realmente ela que me liga então proceda igualmente falço um bo

  5. tenho sido difamada pelo meu ex marido contantemente,depois da separação eu arrumei um namorado e meu ex insiste em dizer que sou prostituta de homem,diz qa faço programas e que não procuro mais emprego devido a prostituição,ele vem embreagado no mue portão e grita na rua pra todos ouvirem que sou prostituta eque me vendo facilmente,tenho um filho com ele,e ele não me respeita nem na frente do filho,eu sou obrigada a recebe-lo nas visitas ao filho,me sinto caluniada e envergonhada perante os vizinhos,po rfavor me orientem oq devo fazer,moro em SP

    1. Ola,

      Boa tarde! Apesar de hj ser advogada, ja tive um probl similar qdo de minha separação (na epoca nao era advogada). E pelo q tenho de experiencia com meu ex, enqt vc nao tomar providencias na policia e justica contra ele, ele nao vai parar. Caras assim sao covardes e machistas, vc tem q fazer representação na deleg de mulheres, pegar copia dela e procurar um advogado para intentar queixa crime por injuria, calunia e difamacao. Só assim ele vai ver q vc nao está blefando e efetivamente está tomando atitude contra ele. A queixa via delegacia demora demais a dar andamento, é melhor vc propo-la perante o Judiciário c/ constituicao de advogado, mas nao deixe de faze-la tb na delegacia e pegar copia, para so entao procurar um advogado ok? abs e boa sorte! atuo em SP tb, pode me contatar no email: amsaadvog@yahoo.com.br

      1. Ola…
        Estou sofrendo por injuria e difamação por parte de uma pessoa,que até o momento nçao tenho nenhum convivio, nunca tivemos, simplesmente a mais ou menos uns 6 meses , comecei a receber informações, ja são de 3 pessoas diferentes que ele vem dizendo que tenho casos com essas pessoas.
        Como disse não tenho a minima noção do porque destes ataques, sendo que sou uma pessoa casada a mais de 15 anos e dentro de meu casamento nunca tivemos crises ou qualquer abordagem desta natureza.
        Minha profissão exige muito de mim, exige muito estudo e muita pratica de confiança, preciso ter uma postura firme e correta, por esse motivo nçao participo de eventos , no maximo saio para jantar fora quando meu esposo esta presente, mensionando é claro que tenho dois filho pequenos e preciso dividir-me entre o trabalho e familia.
        Por estar em fase de preparação para meu trabalho , eu pratico muito leitura , chego a ler 3 livros por mes.
        Eu tenho muito medo de estar mexendo com quem não conheço, ja pensei varias vezes em iprocurar esse fulano e pedir explicações , mas nao posso me expor a possibilidade de ser maisi ofendida do que ja me sinto.
        Nçao tenho nenhum contato por msm e muito menos orkut, não troco email .
        Não temo nada que venha a ser dito , mas temo pelo que pode ser feito , pois não conheço o wque esta motivando essa pessoa a agir desta forma.

        Por favor preciso de orientações.

  6. esto recebendo ameacas de morte do meu irmao ja fiz o boletim de ocorrencia contra acrecao mais nao retirei ainda posso rediraer tem 2 meses e o que fazer depois

  7. Em uma reunião da igreja,na frente de 5 pessoas fui acusado de ocultar que meu filho havia ido em uma pizzaria com uma mulher casada.Esta acusação para a igreja é séria,posso até perder meus privilégios.Conversei com meu filho e o mesmo disse que isto nunca ocorreu,pois na ocasião citada acima havia ele,um jovem e 2 moças solteiras.Em uma outra ocasião havia mais de 8 pessoas presentes,a moça casada,sua mãe e seu filho pequeno e mais pessoas solteiras.A acusação foi da primeira vez e agora a pessoa está dizendo que a acusação foi da segunda vez e não da primeira.Isto me descontrolou emocionalmente,continuo abalado e ainda vão me fazer passar por uma entrevista com os pastores da igreja,mesmo este fato tendo sido provado mentiroso.O que posso fazer legalmente?
    Obrigado

  8. Dr. Desejo receber informações suas acerca de resolução de confrito entre visinhos.
    desde já agradeço antecipadamente
    Almir – Recife – pe.

  9. Gostaria de tirar uma dúvida. Nos crimes contra honra (calúnia, difamação e injúria) o procedimento é: 1º Fazer o BO; a delegacia chama para fazer a audiência a parte acusada não vai; 2º a delegacia encaminha para o juizado criminal.; o juizado chama as partes para fazer a audiência de conciliação, mas a parte de acusação não vai; 3º Nesta audiência a justiça dá um prazo decandencial de 6 meses para a vítima oferecer a denúncia. Agora vem a minha dúvida. Este oferecimento da queixa-crime é feito na delegacia e o delegado encaminha para o juizado, ou o advogado deverá fazer a queixa-crime e o mesmo levar ao juizado??? Outra pergunta. Caso o delegado não encaminhe a queixa-crime para o juizado após o prazo o que deve ser feito???

  10. Olá aconteceu um fato comigo desse modo:
    Tenho um filho de 11 anos que estava sendo chingado por outro menor de 10 anos filho de um vizinho, que este vive agredindo meu filho com palavrões e fisicamente no momento em que saíamos para uma festa.
    Eu disse a meu filho: “meu filho” saia de perto pois ele (10 anos) não tem boa educação, nesse momento o menino de 10 estava a uns 12 metros de distância disputando uma bola com outro menino. E após isso fui interpelado por sua tia que disse que chamei seu sobrinho (10 anos) de “LADRÃO, MACACO E BURRO…”, eu fui chamar o pai do menino de (10 anos) no portão de sua casa para conversar-mos e dar um fim aquela situação, quando sua tia me agrediu com empurrões e o pai de 10 anos me atacou prontamente desferindo vários golpes contra meu rosto.
    Fui ao pronto socorro e a DP registrar o fato e quando chegou a vez deles o pai do garoto disse que eu havia empurrado o garoto e que ele tinha batido com a testa no meio fio da rua e logo depois o chamado de “LADRÃO, MACACO E BURRO…” mas o mesmo não tinha sinal algum sequer de lesão, isto visto, pelo policial que tomava o depoimento deles.
    Eu tive uma fratura no nariz constatada por um BUCO-MAXILAR.Fomos encaminhados para corpo delito mas eles não foram.
    Ainda seguiram ameaçando minha família no dia seguinte , eles ainda ameaçaram minha esposa na frente da autoridade policial(PMERJ) que nada fizeram, dizendo apenas que era para irmos a DP.
    Desculpe o texto extenso mais como eu realmente não fiz o que eles disseram, como poderia ser meu caso, se ficar constatado, que o menino não sabe ler e não tem boa conduta posso ainda assim responder por algum delito?
    Posso processa-lo por lesão corporal?
    Tenho duas testemunhas que depois do fato foram a minha casa dizer que eu estava certo que não xinguei ninguém.
    Eu estou muito preocupado pois sou pai de família e passei em um concurso e preciso muito desse emprego, então quero tirar todas as duvidas que poder.
    Agradeço desde já.
    Abraço e boa sorte.
    Sidicley

  11. boa tarde, gostaria de um esclarescimento a respeito de uma situação que esta acontecendo com a minha pessoa e como meu esposo, venho recendo ameaças da ex mulher dele que vai fazer escandalos na porta da minha residencia, caso não seja depositada a pensao no dia em que ela quer, apartir do mês de março a pensão começou a ser depositada no dia 15 de cada mês, pois a mesma era depositada no dia 05, gostaria de saber como proceder em uma situaçãao dessa, posso abrir uma queixa crime contra ela por motivo de ameça, o que tenho que ter em mãos para registrar essa queixa crime, pois já haviamos feito uma queixa crime contra ela por difamação, por conta dela ter ido a minha residencia fazendo escandalo, chamei a policia e registrei a queixa, foi aberto um processo e não fomos chamados em momento algum do andamento do processo, e ela foi falou mais uma vez varias calunias e o foi concedido para ela extinção de punibilidade, e o processo arquivado, por conta disso gostaria de saber como proceder mais uma vez, pois fiz de um jeito que achava certo e não deu em nada, fico no aguardo, pois não aguento mais viver sendo ameaçada por essa pessoa, dizendo que vai fazer escandalos, tirando meu sossego e tranquilidade de vida, obrigada pela atenção dispensada,

    Adriana Mello

  12. corrigindo o que enviei acima, não foi queixa crime, foi boletim de ocorrencia e não sabiamos que teriamos que constituir advogado, por conta disso, ficamos aguardando intimação do juizado e nao recebemo nenhuma e o processo foi extinto

  13. ola! queria tirar uma duvida ,tem uma pessoa q nunca gostou de mim e sempre me difamou.
    a dois dias ela veio em frente de minha casa e perguntou o ande eu morava pra vizinhos anotou o meu endereço escondido e as vizinhas acharam estranho ,quando elas disseram q iria me chamar ela correu entrou nu taxi e foi embora .Nao cheguei a ve-la mais tenho creteza q era ela pois as duas vizinhas a reconheceu ela .
    posso abrir uma queixa contra ameaça ,e se posso como devo fazer?

  14. preciso te uma orientaçaõ estou sendo acusada de ter dormido com o marido de minha melhor amiga
    mas o fato nunca ocorreu mas ela está falando pra todos que eu dormi com ele
    fiz um B. O ontem e quero representar mas não tenho testemunhas como devo proceder?

    1. primeiramente boa tarde. já com o B.O em mãos procure um advogado(a), para entrar com queixa-crime, pois sua figura está sendo exposta. trata-se de um crime contra liberdade individual, podendo se enquadrar como difamação, calúnia e injúria, tenta conseguir testemunhas, pode ser amigos ou parentes, escutar telefônicas e até mesmo mensagens. siga orientação de uma advogado(a) okkkkkkkkkk? boa sorte. e lute pela justiça!!!

  15. Olá pessoal. Vejo que muitos estão confundindo crimes contra a honra (calunia, difamação, injúria) com crime contra a liberdade individual (contrangimento ilegal, ameaça), ambos de competencia do JECRIM. O primeiro caso a ação é privada, sendo a peça inicial a Queixa Crime. Junta-se um BO, provas testemunhais e se possivel gravações, procura um advogado que endereça a peça direto ao Juizo Especial Criminal o qual marcará data de audiencia e dará ciencia as partes. No segundo caso, a ação é pública condicionada a representação do ofendido. Não há obrigatoriedade do advogado para o noticiante. Registra o B.O com lavratura do TCIP. Esta peça é elaborada na Delegacia de Policia Judiciária (Policia Civil). Ouve-se o noticiante e logo após, ouve-se noticiado. A autoridade é quem agenda o horário no JECRIM e dá ciencia aos envolvidos para a audiencia de conciliação. Para ambos os casos (ação privada ou ação publica condicionada a representação), se não houver acordo entre as partes, as peças são baixadas para a DP para melhoramento e complementos com possiveis novas provas, iniciando-se assim o Inquerito Policial que é peça informativa, norteando a descisão do MM Juiz de Direito. Abraços (Agnaldo – DP Boa Esperança do Iguaçú – PR)

  16. um membro da minha familia foi acusado de furto por uma senhora que lhe devia uma certa importancia em dinheiro, fato este que gerou BO, alem de ser determinado mandado de buscas e apreensao na sua residencia afim de que pudessem encontrar qualquer objeto que fosse produto de furto, porem no cumprimento do mandado de buscas e apreensao nada foi encontrado e o inquerito policial foi arquivado por falta de provas consistente que pudessem servir de ancora para um adenuncia pelo Ministerio Publico. Gostaria de saber que tipo de providencias devo tomar para penalisar esta senhora que fez esta acusaçao, pois meu parente é inocente, teve sua casa revirada por policiais quando do cumprimento do mandado de buscas e apreensão, alem de ter sua moral ofendida por acusaçao inveridicas. Oque posso cobrar desta senhora, tanto civelmente como criminalmente? Preciso de um modelo de peça processual do assunto. é urgente!!! Obrigada…

    1. BOA TARDE! GOSTARIA DE SABER COMO POSSSO AGIR DIANTE DE DETERMINADA SITUAÇAO: FUI AMEAÇADA DE MORTE PELA ATUAL COMPANHEIRA DE MEU PAI . E TAMBÉM AGREDIDA VERBALMENTE NO MEIO DA RUA, ELA COMEÇOU A DISCUTIR COMIGO E A DELATAR COISAS SOBRE A MINHA VIDA PESSOAL ME DIZENDO QUE , SOU UMA VAGABUNDA E OUTRO PORMENORES. MAS SOBRETUDO O QUE ME INTRIGOU FOI A QUESTAÕ DELA QUERER ME PROIBIR DE PASSAR NOS LUGARES ONDE ELA ESTIVER. SEMPRE BUSCO TRATAR AS PESSOAS COM MUITA EDUCAÇÃO MAS NAO ME SINTO NA OBRIGAÇAÕ DE DAR O MEU DIREITO DE LIVRE ARBITRIO A ELA;. SEMPRE SOUBE ENTRAR E SAIR EM TODOS OS LUGARES.ELAPOSR SUA VEZ TEM PARENTES QUE SAÕ VISTOS COMO OS (TAL).. FIQUEI COM RECDEIO DE QUE ELA POSSA INDUZILOS A FAZER ALGO CONTRA ,MIM E MINHA MAE COM VIVO ATUALMENTE POR IOSSO QUERO SABER QUAIS AS MEDIDAS POSSO TER PARA ME PREVINIR. DESDE JÁ AGRADEÇO. MUITO OBRIGADA!!!! POR FAVOR ME REPONDA COM URGÊNCIA.

  17. O pai das minhas duas filhas: 15 e 12 anos está preso por não pagar pensão alimentícia.
    Entrei com execução desde maio de 2009, ele nunca pagou, e o valor estipulado pelo juiz é de um salário mínimo. Estamos em janeiro, ele foi preso segunda feira 17/01/2010, foi depositado o valor da causa de 1390 reais que é equivalente a 3 meses ” maio, junho e julho de 2009, o juiz determinou que pague o valor equivalente a 3 meses até o atual.
    Ele alega não ter dinheiro para pagar o restante, diz que vai ficar os trinta dias preso, já que sua atual esposa com quem vive a 8 anos e tem um filho de 6 é soldado da PM de uma cidadezinha do interior de São Paulo, onde eles vivem e diz ela, que lá, ele está bem, porque tem somente 5 presos todos por pensão alimentícia também.
    Quero saber se quando ele cumprir os 30 dias, a dívida do valor atrasado pelo qual ele foi preso irá se encerrar? Aguardo retorno ansiosa … Grata

  18. OI SERÁ QUE ALGUEM PODE ME DAR UMA RESPOSTA SOBRE CASO A SEGUIR QUE VOU CONTAR?
    MANDEI ARRANCAR 2 COQUEIROS, NO CASO OS OLHOS E PALHAS E O SERVENTE COLOCOU QUASE EM FRENTE DE CASA PERTO DE UMA ARVORE P QUE EU PUDESSE PAGAR UM CARROCEIRO P LEVAR A UM LOCAL ADEQUADO, TERIA COLOCADO MAS A FRENTE DE MINHA CASA MAS TINHA UM VISINHO USANDO LOCAL PARA TRAÇO, A RUA QUE MORO NÃO ESTÁ CALÇADA E TEM UM RIO DE LAMA NO QUAL OS PROPRIOS MORADORES FAZEM, ACERTEI C CARROCEIRO E VIAJEI NO DIA SEGUINTE AS 4:00, PASSANDO 2 DIAS FORA VOLTEI, 3 VISINHAS TINHA COLOCADO TUDO NA PORTA DE MINHA CASA OBISTRUINDO A RUA E AINDA BOTARAM CRIANÇAS P AJUDAR JUNTANDO TAMBEM LIXO DA RUA, QUANDO CHEGUEI AINDA TEVE UMA QUE AGRIDIU VERBALMENTE A MINHA PESSOA SEM QUE EU DISSECE ALGO OU REVIDASSE, O QUE EU PODERIA FAZER?

  19. Gostaria de saber o seguinte, meu marido descutio com o irmão dele e ambos defamaram suas melheres ,(meu esposo falou da melher dele e ele de mim), so q a esposa do irmão dele, deu uma queixa crime no meu nome dizendo q tinha sido eu q tinha falado dela sem ser, nesse caso eu provando q não falei, posso abrir um processo nela ??? que tipo de processo?? calunia? por favor me responda. Grata…

  20. Fui injustiçado tendo que assinar a um TCO de ameaça sem eu ter ameaçado, como devo proceder se não ouve crime de ameaça.

    No dia 01 de maio de 2010 estava eu e um colega voltando de um barzinho em seu carro, onde ele estava dirigindo e eu no carona, porém logo adiante onde fomos parados em uma blitz de guardas municipais. Logo veio um guarda e pediu-lhe sua habilitação e documentos do carro onde o mesmo entregou e depois o guarda solicitou para que fosse feito um exame de alcoolemia onde o mesmo se recusou assim tentando negociar com os guardas onde os guardas não queriam aceitar um valor que ele oferecia então nesse momento o guarda disse que iria chamar o inspetor, ai, descemos do carro e fomos de encontro ao inspetor onde também não queria aceitar o valor que o motorista colega meu estava negociando, ou seja, queria mais, pois conversa vai conversa vem eu comecei a gravar toda a negociação onde o inspetor falou que o carro iria ser recolhido ao deposito. Então foi quando eu disse toda a conversa estar sendo gravada, ai, o inspetor colocou a mão em sua arma e tentou me segurar para pegar o celular onde estava sendo gravada toda conversa, nesse momento me sair dele e corri dizendo quer me matar, quer me matar então logo chegou um viatura policial PM me parando onde o guarda municipal falou pra eles que eu teria o ameaçado onde isso não ocorreu o que eu disse foi “quer me matar” e não, vou lhe matar, tenho certeza que ele disse que eu o ameacei por que eu tinha gravado toda conversa mais para minha infelicidade o policial pegou meu celular apagando a gravação e ainda colocando algemas em mim e em meu colega logo nos levando para a delegacia e chagando lá foram para uma sala os guardas municipais, os policiais, esse meu colega e o delegado. Então nem se quer fui ouvido, logo após de algumas horas me chamarão para eu assinar a um TCO ai foi quando eu assinei até por que nada tinha a temer. Então como devo proceder quando essa intimação judicial chegar à minha casa, por favor me ajudem estou sendo injustiçado.

  21. Boa noite!
    Caro advogado, gostaria de saber; minha irmã fez uma ocorrência contra mim, forjou uma testemunha e mentiu em todas as afirmações, colocou três endereço sendo que um deles de um trabalho que tive a mais de 8 anos, hoje estou sem emprego, trabalhava com artesanato, mas devido uma agreção sofrida por ela, estou sem condições de fabricar minhas peças que são feitas de madeira e requer força nos braços, e mesmo assim, ela entrou com uma ação por danos morais contra a mim. Pergunto; devo entrar com uma ação contra ela? pois tenho algumas provas das mentiras dela.
    Por favor me dê uma orientação pois estou perdida e sem condição de pagar um advogado.
    Se puder me responder, me mande um e-mail
    Obrigada.

  22. Gostaria de saber como deve agir e quais atitudes posso tomar contra meus vizinhos?
    Esta acontecendo o seguinte:
    eu não conheço a vizinha e nem a familia dela, de uns tempos pra cá, ela vem jogando objetos no meu quintal, sai de casa em casa falando que eu sou barraqueira, não deixa os meus filhos passarem na calçada dela, se passam ela joga agua (meus filhos tem 7 e 9 anos) fica encarando eles, se o meu cachorrinho escapa e passa perto dela, ela chuta e ainda pegua o coco do quintal dela e joga na minha calçada!!! A filha e o genrro dela tbm ficam encarando as crianças, ainda me chamou de vagabunda e disse que não trabalho que fico o dia todo em casa.
    Meu marido sentou na beirada da calçada dela pra esperar a Kombi do serviço vir buscar ele, ela saiu lá fora, xingou ele e disse que não é pra sentar e nem passar na calçada dela isso era 7:00 da manha.
    Não aguento mais essa situação, queria saber o que posso fazer, já pensei em registrar im B.O. contra eles.
    Por favor me oriente!!!
    Pois estou com medo de que eles façam algum mal a meus filhos.
    Obrigado

  23. Gostaria de saber o que posso fazer , pois fiz uma queixa contra meu marido que estava bebendo e entrando em minha casa bebado e um dia me ameaçou de morte , mais ele ja parou de beber , está na igreja e em tratamento tbm contra alcool eu nao quero mais continuar com a queixa, mais temos que ir lá deia 07 para audiencia o que faço por favor?

  24. Muito boa sua peça, peço licença para usá-la num caso que envolve uma mulher que terminou um relacionamento e o cidadão está enviando para os amigos e familiares dela fotos que tiraram na intimidade. Obrigada.

  25. Oi,
    Tenho 17 anos e fui vitima de difamação.
    Dois jovens andam falando mal de mim me rebaixando com palavras chulas.Tenho testemunhas, e uma delas é a minha mãe.

    Quero saber se eu posso entrar com uma ação contra eles?
    Devo ir com algum responsável?

    Preciso muito dessas resposta.
    me responde pelo e-mail :joyce_linda-gata@hotmail.com

    Desde ja agradeço!

  26. estou sendo ameaçada p/meu marido ,ele vive arrumando homen p/mim ja me bateu estou vivendo com muito medo e meus filhos vivem preocupado com minha situaçao o que fazer

  27. ola boa noite meu nome é gislene e sou casada a 13 anos.
    tenho um filho de 10 e estou me separando.
    gostaria de saber se p eu fazer uma denuncia de calunia,defamaçao. humilhaçao,chingamentos. preciso de provas de td q ele me fala.
    tbm gostaria de saber se eu posso proibir ele de morar em casa sendo q na vdd construimos juntos mais no terreno da familia dele.
    só q desde q casei nao trabalhei mais e nao tenho como me sustentar e nem sustentar meu filho se sair de casa.
    pq se eu sair ele nao vai querer bancar meu aluguel pq sempre alega q irei contruir minha vida e ter namorados.
    grata por favor me ajude a esclarecer minhas duvidas.

  28. estou sento ameaçada de morte por ter prestado serviço pra um senhor, com 3 meses descobri do que se tratava e agora a esposa dele me liga , me manda torpedos e até mesmo ameaça a minha filha de 5 anos tenho testemunhas principalmente por parte dos familiares deles. estou desesperada pois descobri coisas erradas ao respeito dele que esta ligado ao serviço dele. temo por mim e pela minha filha me ajudem pelo amor de Deus obrigada..

  29. estou sento ameaçada de morte por ter prestado serviço pra um senhor, com 3 meses descobri do que se tratava e agora a esposa dele me liga , me manda torpedos e até mesmo ameaça a minha filha de 5 anos tenho testemunhas principalmente por parte dos familiares deles. estou desesperada pois descobri coisas erradas ao respeito dele que esta ligado ao serviço dele. temo por mim e pela minha filha me ajudem pelo amor de Deus obrigada..ela disse que vai mandar o pessoal de terra vermelha vir me matar e nao para de me mandar torpedo, e tenho recebido várias ligações o nome dela é silvia angela carneiro da silva end: avenida hugo musso ed: são lorenzo 5 andar tel de contato dela é 9949-3568/ 3349-0401/ 9949-3568 / 9775-2784 eu e minha familia ja nao aguentamaos mais….

  30. Venho recebendo injúria e difamação por parte de uma mulher a qual apenas tive envolvimento sexual e isto resultou de um filho. Eu como cidadão e cumprindo com meus deveres perante a lei dos homens e a lei de Deus, aceitei o desconto em folha no meu pagamento para o menino receber sua pensão alimentícia. Mas meu relacionamento com minha namorada terminou por conta disso, e nesta mesma ocasião ela descobriu que estava grávida de gêmeas. Desde então a “criminosa” descobriu o número e ficava mandando ofensivas mensagens de texto de madrugada no intuito de fazê-la se aborrecer para quiça perder as crianças, o que de fato aconteceu por estes e por outros motivos, visto que estávamos cheios de planos para nossas falecidas filhas Maria Clara e Maria Victoria. O fato é que minha agora ex-noiva e mãe de nossas falecidas filhas mesmo me perdoando e voltando a se relacionar comigo, não conseguiu manter um relacionamento estável por conta das mensagens de texto que ela continua mandando pra mim, pelas coisas absurdas que ela diz ao meu respeito, pelas calúnias e difamações feitas com os nossos nomes logo agora que procuramos ser pessoas tementes a Deus. Enfim, não conseguimos manter nosso relacionamento “graças a uma certa pessoa” mas também não nos tornamos inimigos. Recentemente a parte “criminosa” veio me importunar em local público, sou bem conhecido onde moro e uso meu telefone também para contatos de trabalho, a “criminosa” dirigiu-se até mim e a pessoa com a qual eu estava conversando e começou a nos agredir verbalmente, como se eu ainda tivesse um relacionamento com ela, foi realmente muito constrangedor! Esta foi a gota d’água! Visto que as mentiras, calúnias e difamações da parte acusada são relativamente extensas a ponto de escrever um livro, gostaria de saber como proceder neste caso. Queria que ela não se aproximasse mais de mim nem de ninguém próximo a mim, pois é uma pessoa desequilibrda e tnho medo do que ela possa fazer e mandar fazer comigo ou alguém da minha família. Já até fizeram piada comigo dizendo: “-Ainda bem que seu filho não tem um coelhinho branquinho e felpudo.” Fazendo alusão ao filme Atração Fatal com a atriz Sharon Stone. Estou realmente desesperado, pois até o momento que escrevi este comentário tive de desligar meu celular para ter um pouco de paz e poder pensar no que eu iria escrever. Por favor, se puder me ajudar serei muito grato! Um abraço!

  31. gostaria de saber se preciso de testemunha para fazer um BO. Meu ex marido me xinga e agora me ameaçou de morte,mas no momento não havia testemunha.Já comentei com minha mãe e minha comadre das ameaças.Elas podem ser testemunhas?

  32. Meu ex-marido do qual sou divorciada há 28 anos por adultério da parte dele, até hoje me calunia e difama, inclusive ao meu filho de que sou “puta, prostituta e que duvida de que os meus filhos (2) são realmente filhos dele”. Não tenho nenhum tipo de relacionamento com ele desde a nossa separação. Sou uma mulher séria e honesta que criei os meus filhos sem a ajuda financeira dele, sendo que o mesmo é médico. Mas agora eu não aceito mais isso e quero saber quais são os meus direitos perante os fatos?

  33. tenho uma visinha que ha uns tempos me difama pra todos que me conhecem, diz que me passo por boa quando meu marido esta em casa .so que na sua ausencia sou uma prostituta que se encontra com o marido dela isso ela so faz quando bebe ,por que boa nao tem coragem .sou casada ha 20 anos e tambem tenho filhos, fico costrangida com a situaçao.gostaria de saber o que p0sso fazer a respeito?

  34. Oi Boa Tarde!

    preciso de uma informação eu e o meu marido estamos sendo ameaçados de morte, pelo meu ex-namorado na epoca que terminamos a mais de 5 anos foi um inferno ele ameaçava a todos da minha casa mas eu não fiz o bo, depois de varios escandalos no meu trabalho e na minha casa ele sumiu e agora depois de 5 anos eu já estou casada ele voltou dissendo que eu e o meu marido vamos ter com ele, e que nos vamos ter uma surpresa a qualquer hora me disse horrores e foi embora e agora eu estou com muito medo pois ele pode fazer aguma coisa com o meu marido que nem o conhece e ele deixou bem claro que o conhece e sabe muito da nossa vida o que fzer não posso ficar esperando o mal acontecer pra tomar uma providencia.

  35. Bom dia,meu marido me traiu com minha amiga e ela tambem e casada,eu cheguei no marido dela pergunta se ele tambem tava sabendo dessa conversar pois prejudicado sempre são os ultimos as saber,ele tambem não sabia!depois mais tarde ela foi ate meu trabalho vez maior escandalo me xingou de vagabunda,rapariga,puta e que era pra mim falar para marido dela que era mentiras se não ela iria me processa por falsa calunias,mandei ela se retirar do meu trabalho e ela foi ate minha casa e falou mais merda..oque devo fazer para punir ela?qual e as provas que preciso que mas precisa.

  36. ESTOU SENDO AMEAÇADA PELA EX MULHER DO MEU NAMORADO.ELA ESTA INFERNIZANDO MINHA VIDA, LIGA O TEMPO TODO E MANDA MENSAGENS.ELES SEPARARAM E EM SEGUIDA NOS CONHECEMOS E ESTAMOS JUNTOS A UM MÊS E 26 DIAS,ELA SIMPLESMENTE NAO ACEITA QUE O RELACIONAMENTO DELES CHEGOU AO FIM E ESTÁ ME PERSEGUINDO.HOJE FUI A DELEGACIA, MAS OS AGENTES ESTAO EM GREVE E POR ISSO NAO PUDE REGISTRAR A DENUNCIA.TRABALHO,SOU UNIVERSITARIA E ESTOU APAVORADA COM TODA ESSA SITUAÇÃO.O QUE FAÇO?

  37. Parabéns pela iniciativa, o Brasil precisa de atitudes honrosas como esta, postando esta ferramenta que auxilia não somente mulheres como homens que possam vir a sofrer tais delitos. Sou advogada e parabenizo-o tanto pela perfeição na elaboração da peça como pelo esclarecimento em como proceder nesses casos, me ajudou bastante.

  38. gostaria de saber como posso processar uma mulher que vive me chamando dos piores palavroes e me amaaça dentro duma rota da empresa onde trabalho

  39. ola estou sofrendo uma grande injustiça,foi feita uma queixa crime contra mim feita por uma mulher que ficou com raiva por que fiz uma reclamação na ouvidoria de sua empresa por mal atendimento ela inventou que chamei ela de varias coisas que nao disse.E agora fui chamada para uma audiencia de conciliação e estou muito nervosa pois nunca tive envolvimento com justiça!!!

  40. Boa tarde, preciso saber o que fazer para denuncia a ex mulher do meu namorado ela acabou descobrindo o meu numero de telefone e não me deixa em paz fica me ameacando por telefone me mandando um monte de mensagem de ameaça preciso de uma resposta pra que eu possa tomar minhas providencias.grato

  41. Estamos com um problema com o locador, ( caso que já estamos tentando resolver na justiça) pois ele só pode nos pedir a casa para uso próprio., pois estamos com aluguel em dia um mês adiantado. Só vou contar parte dos fatos pois o restante tem haver com a lei de inquilinato.

    Quando eu disse que era para não roçar ele disse que faria sim e quem mandava era ele, eu dizia que eu quem mandava pois era dona da casa, ele dizia que a casa era dele, e aí se deu longa discussão, e eu que tenho pressão alta ( 60 anos) comecei a passar mal. Minha filha desceu até o quintal pois estávamos em uma varanda no alto, e foi explicar a ele que nós queríamos o mato no quintal e que ele era proprietário do imóvel mas dono da casa era o inquilino., que enquanto tivesse inquilino ele não podia fazer no quintal o que queria. A discussão continuou pois tudo que se explicava ele não aceitava, até que ele disse: “NÃO TEM HOMEM NESTA CASA NÃO QUE EU PRECISO FICAR DISCUTINDO COMO MULHER?” Neste momento minha filha se irritou e lhe respondeu que ele a tinha ofendido e discriminado como mulher, que foi ela que assinou o contrato da casa e que acabara de lhe pagar o aluguel, e ele não recusou por ela ser mulher. Ainda reforçou que ele sabia muito bem que o pai dela estava fora pois ele havia ligado um dia antes, por esta razão ele estava se aproveitando da situação, ele continuou com o descaso e ela avisou que ia chamar o 190 e chamou.Resultado ela registrou um B.O. antes do policial fazer a ocorrência a mulher chegou , pois ele a chamou (porque também fora ela que assinou o contrato como locadora) já chegou agredindo verbalmente eu e a minha mãe a filha dela chamava minha mãe de louca, que minha mãe fosse para casa dela que não tentasse roubar a casa deles. Empurrou minha mãe no portão pois queria entrar no quintal e minha mãe não deixou. Neste momento o policial a tirou pegando–a pelo braço.
    Depois na semana a mulher veio pedir uma acordo, para que nós marcássemos um prazo para sair da casa. Eu e minha filha dissemos não, que depois das ofensas que sofremos só deixaríamos a casa após um pedido judicial para uso próprio, pois estávamos com dúvidas de eles necessitavam mesmo da casa. E que o aluguel estava em dia inclusive um mês adiantado como ele exigiu no dia que alugamos. Ela reclamou dizendo que ia dar trabalho, eu disse que era um problema dela, já que não nos respeitavam agora que arcassem com as conseqüências.
    QUERO SABER SE MINHA FILHA PODE REPRESENTAR O B.O E ABRIR PROCESSO CONTRA ESTE SENHOR POR DESRESPEITO, HUMILHAÇÃO E DISCRIMINAÇÃO CONTRA A MULHER.

  42. E veio por vezes no quintal com desculpa de pegar uns materiais de construção que guarda no porão para provocar meus pais.Na última vez ele veio roçar o terreno que tem nos fundos e queria também roçar o quintal da minha mãe onde ela cria coelhos e galinhas,é um matinho de nada o resto é grama. Eu estava presente e disse que não podia, ele disse que quem mandava era ele.Então eu fui até o quintal falar com ele e explicar que nós alugamos e pagávamos em dia então neste caso quem manda é o inquilino, ele não aceitava nenhuma explicação e por fim ele me ofendeu dizendo: “não tem
    homem nesta casa não? Que eu preciso ficar discutindo com mulher?”
    O pior é que ele sabia que meu pai não estava em casa, pois tinha ligado antes e meu pai avisou que ia trabalhar naquele sábado, mas que ele podia ir fazer o tal muro que minha mãe abriria o portão.
    Eu fiquei muito ofendida quando ele disse se não havia homem na casa para falar com ele, me sentia ofendida por ser mulher, como já estava irritada com tanto pouco caso que ele estava fazendo do que eu tentava lhe explicar me irritei mais ainda quando fui diminuída por ser mulher, neste momento eu disse que não queria mais conversar com ele e iria registrar um B.O por ofensa, discriminação e desrespeito á mulher, afinal quem assinou o contrato foi eu, e ele sempre recebia o aluguel das minhas mãos ou das mãos da minha mãe e tinha acabara de receber o aluguel daquele mês, a uns 20 minutos atrás de minhas própria mãos.Chamei 190, não fomos bem atendidas pelos policiais, inclusive um deles destratou minha mãe.A dona da casa que havia acabado de chegar, pois o marido havia chamado porque eu disse que não falava mais com ele já que quem assinou o contrato comigo foi a mulher dele. Ela chegou gritando conosco e deu a entender aos policiais que éramos más pessoas, maus inquilinos e o policial deu mais atenção a ela que a mim que foi quem chamou a viatura para retirar o senhor Manuelito do meu quintal, coisa que o policial não o fez o homem só saiu depois que a filha dele o chamou. Este também foi um fato degradante, porque a senhora Maria Nazaré veio acompanhada de uma moça, sua filha, que chegou já agredindo verbalmente minha mãe e a chamando de louca, dizendo que queríamos roubar a casa deles, até empurrou minha mãe para forçar a entrada pelo portão, neste momento o policial a puxou pelo braço e lhe disse que ela não poderia fazer isto. Depois de tanta discussão e de minha mãe e eu termos sidas muito ofendidas por mãe e filha e passarmos por grande constrangimento, pois tudo estava sendo assistido por vizinhos e crianças, o policial atendeu meu pedido de que eu pretendia registrar um B.O, mesmo ele dizendo que eu não deveria ir naquele dia pois era um sábado e teria muita gente para ser atendida, e usando o termo que, “eu tomaria um chá de cadeira”. Mesmo assim eu quis ir até ao D.P. Fui conduzida pela viatura e registrei minha queixa acompanhada por um dos policiais, e por surpresa minha não tive que esperar nada. Não havia ninguém para ser atendido o Dr Delegado estava de saída para o almoço mas, foi muito gentil e me atendeu prontamente o escrivão foi muito gentil e rápido no atendimento.
    Quero saber posso representar o BO para abrir um processo? Posso alegar humilhação e discriminação?

  43. oi eu preciso fazer alguma coisa meu pai e dependente quimico
    e eu tenho dois irmãos um de seis e um de nove nossa agente sofre muito
    ele acorda cedo e vai arrumar a peda pra fumar eu nao aguento mais minha mãe trabalha pra nos sustentar ela nao pode fazer nada pois se agente sair nao temos pra onde ir
    e a casa e dele e ele passa na cara de td mundo
    nossa eu e meu irmão sofre muito prq ja intendemos
    a noite ele vem e abusa mim mãe tds as noites ela as vezes chora
    prq tem que acorda cedo pra ir pro trabalho e nem dormir pode direito nossa ele precisa de uma surra
    ou de cadeia
    o que ele faz nao e justo
    cara ele fuma em qualquer lugar ele bota o cachimbo na boca e nao ta ligando pra quem esteja vendo aff nosa eu penso muito em fugir pra bem longe mais penso muito em meus irmãos que precisa de mim enquanto minha mãe trabalha eu que olho eles gente por favor mim ajuda nao sei oq fazer

  44. , estou sendo ameaçada por um ex namorado meu , sendo que tenho 17 anos e queria saber como prosseguir com um processo contra ele para ver se ele me deixa em paz? Já não saio as ruas devido as ameaças dele .

  45. Boa-tarde, estou precisando de algumas informações sugestões.Resumindo o cado: dona Maria me chamou para ser procuradora dela, por ser tratar de uma pessoa já de idade aceitei,pois ela eo marido não tem condições, pois dona Maria não quer dar o cartão na maos de seus filhos, agora tem uma filha que esta me infernizando……, a última foi ela me chamar de “doente”…tentei fazer um BO, mas pela 2ª vez creio eu que a Polícia não quer é trabalhar, me ajudem……obrigada.O que faço?

  46. Senhores leitores prestem atenção? li todos os casos mensionados acima porém nenhum se compara com o meu drama. no mês de agosto de 2011 uma pessoa comecou a receber mensagem de texto no celular, lhe defamando, lhe ameaçãndo como se fosse eu que estiversse lhe mandando. A pessoa me procurou. E eu lhe mostrei que isso não era do meu perfil, ai parou: uns tempos depois outra pessoa me procurou e disse que estava com o mesmo probrema com o mesmo numero de telefone, então eu liguei para operadora e pedi que bloqueace o numero e quê se tivesse jeito ela não cadastrasse mais numeros com os digitos do meu CPF. passou um tempo outra pessoa me procurou e disse que estava recebendo mensagem quê lhe dava a entender que era eu que estava mandando, desta vez com outro numero. e mais outra, desta vez foram duas pessoas que recebiam as mensagem, broqueei outra vez o numero, agora outra vez mais uma pessoa me procurou e disse que estar recebendo mensagem. desta vez o numero é de outra operadora, fui até na central das operadoras pedie quer elas não cadastracen numeros com o meu cpf e elas novamente me disseram que so podem broquea e me enviar o protocolo, eu fui ao procom com o BO que fiz desde o primeiro caso, e marcaram a audiencia para agosto. coloquei as operadoras em questão porque elas deixão uma enorme falha no cadastramento de numero de celular, uma pessoa de má fé com posse de um documento como o meu caso o cpf, faz um cadastro e comete varios crimes que estiverem ao seu alcance, tenho fé em Deus que isso vai ser resolvido e que o autor destas mensagem vai ser descoberto mais cedo ou mais tarde, e que eu vou poder andar nas ruas da minha cidade sem constragimento nem contrariedades. quem souber de um caso parecido ou de alguma forma pode me ajudar meu email é alexandre.elis@hotmail.com desde já eu agradeço pela colaboração.

  47. estou sendo ameaçada de morte pela minha visinha.fui agredida por ela . ela e uma mulher perigosa.onde eu moro os visinho tem medo dela.ela esta metida com pessoas estranha.que cha ate bater e calsar panico .
    moro em Barra mansa no bairro Boa Sorte.ela disse que agora chegou a minha vez.estou com muito medo. eu nem tenho mais sono.os cachoro fica latindo e barulho nas porta e janela

  48. No caso de lesão corporal leve, invasão de domicilio, ameaça e agressão fisica, todos os fatos ocorridos no mesmo dia. Qual procedimento correto devo adotar??? representação criminal ou queixa crime? Os fatos podem ser colocados na mesma peça? ou devo para cada fato isolado entrar cm q ação diferente???
    Fico no aguardo do retorno.

  49. A página esta bem elucidativa quanto a realidade de sua confecção, face as informações que apresentam a descrição da peça jurídica que ela traz. Parabenizo o ilustre Advogado. DANIEL FERREIRA – ADVOGADO.

  50. quero ser orientada com com relação ao que eu vivo hje me ajude, poi mnha familia acha o que paso eisso por falta de fazer sendo que sou enfrmeira e trabalho 48 hs direto para não ter contato com meu ex marido me ajude

    1. Tenho 50 anos de idade, minha irmã tem 36, resolví entrar na faculdade aqui
      em Brasília, mas não estou estudando em paz, minha irmã está oferecendo
      dinheiro para certas pessoas aqui em Brasília para me defamar, o mesmo
      aconteceu dentro do SENAC assim que ela descobriu que eu estava cursando
      informática, por favor pra quem eu peço socorro, sei também que estou sendo
      seguida diariamente. Alguma autoridade pode me ajudar? A polícia me disse
      pra eu providenciar provas, como devo providenciar provas se não sou polícia?

  51. Eu fui acusada de ter agredido uma pessoa que eu nem a conheço direito somente de vista e porque ela fico com um amigo meu. Essa menia não mora na mesma cidade que eu…me falaram que ela tinha sido agredida por duas meninas dai ela se junto com a ex namorada de meu amigo e começo a falar para todos da cidade dela que foi eu que tinha agredido ela não sei porque pois moro à 270 KM de distancia delas e tenho provas que eu não estava la pois, tenho minhas obrigações em casa com meu filho e marido em vez de ficar perdendo meu tempo com pessoas baixas que correm atras de briga, também porque eu estava apoiando a familia de um amigo meu pois ele tinha sofrido um grave acidente de moto inclusive na cidade delas e ele estava na UTI… Gente eu só quero que vocês me aconselhem o que fazer se eu posso ir para a justiça com esse caso pois isso é um absurdo ela esta falando coisas de mim que não é verdade…O Q EU FAÇO?

  52. Eu tambem passo pela mesma situacao,contratei um ad .para duas causas na justica .Ele se vendeu a outra parte. prosecei ele ,so que ele mandou uma carta me ameacando ,ja procurei a oab e ate hoje nada foi feito ,ja tem nove meses .a justica nao faz nada e eu quero meu dinheiro de volta,

  53. complementando o q escrevi em cima.o meu processo a juiza extingui sem ter audienca e ele me processou com o mesmo numero do meu processo na audiencia ele nao compareceu e mandou uma carta dizendo que nao compareceu porque eu estava com pessoas esperando ele para mata -lo,ele e um mentiroso discarado .eu procuro a justica e nada foi feito. o que fazer?devo proucurar a justica de brasilia para que tomem providencia?a daque tem medo dele pois e filho de coronel aposentado e tem parente que trabalha na cope.ja me aconcelharam ate a ir embora da cidade por medo dele .me ajudem pelo amor de Deus.

  54. BOA NOITE! EU E MINHA ATUAL MULHER TEM PASSADO POR CONSTRANGIMENTO EM NOSSA RESIDENCIA POREM ESTAMOS ENFRENTANDO PROBLEMAS COM SEU EX MARIDO QUE TAMBEM TEVE UM FILHO NO CASAMENTO. POIS MINHA MULHER FOI AGREDIDA PELO EX E ELA FEZ UM B.O POIS ELE AINDA EXISTE EM LIGAR NA PARTE DA MADRUGADA E FICA DEFAMANDO ELA PALAVRAS DE BAIXO CALÃO POREM AINDA ELEGA A ELA QUE EU SOU ( HOMOSSEXUAL) ME DEFAMANDO POIS NOIS IREMOS TER UM FILHO POREM EU TEMO QUE ELE DESCUBRA E TENTE ALGO PRINCIPALMENTE CONTRA A ELA POIS O DEVEMOS FAZER POIS IREMOS IR NA DELEGACIA REGISTRA A QUEIXA CRIME. ENTÃO FICAMOS A MERCE DE QUE COMO TUDO POSSA ACONTECER POREM TEMOS RECEIO POR SUA VEZ SOU UMA PESSOA PUBLICA EM MINHA CIDADE. E ACHO QUE ISSO MAS TARDE OU MAS SEDO ELE PODE SE FAZER EM CIMA DESSA SITUAÇÃO BOM CREIO EU QUE IREMOS TENTAR COLOCAR UM FREIO NELE INDO A DELEGACIA REGISTRAR UMA QUEIXA CRIME ASSIM PREVISTO NA LEI MARIA DA PENHA.

    1. OLÁ DIH,LAMENTO PELO SEU PROBLEMA, VC E SUA ESPONSA DEVI FAZER UM BOLETIM DE OCORRENCIA NA DELEGACIA, PEDIR MEDIDAS PROTETIVAS, FAZER UMA OCORRENCIA NO JUIZADO ESPECIAL NO FORUM DA SUA CIDADE E AGUARDAR AUDIENCIA, ENQUANTO ISSO RECOLHA TODAS AS PROVAS, GRAVE AS LIGAÇÕES DELE BOA SORTE

  55. olha gostaria de saber se uma pessoa pode te acusar por algo que eu não fiz e sem ter provas ,e tb quero saber o que fazer quando vc e agredida fisicamente

  56. olha meu problema e algumas pessoas que que eu assuma uma coisa que eu não fiz,essas pessoas me chamara de doente disse que eu tinha que falar que foi eu que peguei um dinheiro que sumiu , me xingaram me agrediram e eu so me defendi pelo fato da acuzação mais da agressão não quero saber se eu posso estar entrando com um prosseso contra essas pessoas por calunia,defamação e por danos morais e por agressão.

  57. tenho vontade de denunciar uma pessoa da minha família por maus tratos as crianças e ameaçar as pessoas esse crápula também bate em mulheres, mais não tenho muita coragem de fazer isso. por isso peço que alguém que ler esse comentário que faça isso por mim o nome dele é alexandre garcia por favor tomem providencias o mais depressa possível pra polícia colocar mão nesse covarde e deixar -lo por muitos anos na cadeia. ele mora na rua rubens luccarts as características moreno com uma tatuagem no braço aproximadamente 40 anos já foi preso por roubo e por trafico de drogas. ele é ameaça na sociedade agressivo pega faca para ferir a pessoa agredida por isso me ajudem antes que ele mate alguma mulher ou uma criança

  58. Boa tarde, gostaria de uma orientação do Dr.: fui humilhada e constrangida pelo proprietário de uma casa de aluguel, onde comecei a residir, em apenas uma semana de ocupação, tendo pago a fiança antecipada,o locador me cobrou uma conta de energia indevida, jogando o papel no chão e aos gritos, disse:se você não pagar, vou cortar sua energia e desocupe minha casa, pode procurar outra casa.Na mesma semana deste ocorrido desocupei a casa, tentei receber de volta minhas despesas, mas o locador não apareceu na casa, falei com a esposa dele que mora no mesmo terreno, ela me tratou muito mal e também não resolveu problema. No momento da desocupação, a rua ficou cheia, devido ao impasse e me sentir constrangida. E quando desocupei a casa, o locador ligou para mim me ameaçando e me injuriando. Prestei a queixa-crime na Delegacia das Mulheres, ele confessou o crime, sendo que nada foi constado em Termo de Esclarecimento e no momento não quiz representar, deixando para fazer depois.Procurei a Delegacia para retificar, pois apenas juntaram papel anexado ao B.O, afirmando que o locador se retratou (quando da injúria não cabe retratação e acredito que da ameça também não) e se negaram a entregar uma Certidão de confissão para anexar na minha petição por danos materiais e morais. Fui intimada a comparecer amanhã na delegacia, só não entendi o porquê, pois assinei o doc. dizendo estar ciente do prazo decadencial de 06 meses para representar.No momento não gostaria de dar abertura TCO, por temer represálias, querendo apenas, num primeiro momento entrar no juizado, requerendo os danos cíveis.Todavia, necessito de um respaldo para provar os danos morais.

  59. Maria Gomes da Silveira ( dependente dos pais) Maria Silveira Soares de Oliveira ( ex casada desde 2001 , ex de cristiano soares de oliveira ) disse:

    Injúria calúnia difamação desrespeitosa contra eu maria gomes da silveira ( 062\78 rg 4695361 ssp PE tenho ensino medio completo desde 97 ) desde parte de familiares e ex marido q não paga nada p mim nem para os filhos legitimos dele dois com ele um de 20 anos ( 06\11\1993) fem. e 13 anos ( 1090) masc. são estudantes sou desempregada moro na casa de helena maria( aposentada doméstica ex agricultora natural de Salgadinho PE 61 anos ( 177\52) e sr severino gomes silveira segundo 66 anos ( 077\47) pedreiro, encanador, azulejista, aposentado faz bico,. vivem fazendo escândalos dentro de casa gritando de mim todo mim se afastou de mim deram fim a meus documentos falam palavrões de mim me fazem ameaças verbais de todas as formas me esculhamba de tudo quanto são coisas inimagináveis, me fazem vergonha e eu fico tremendo de medo em casa todos já passamos por psiquiatra da prefeitura do recife da policlina albert sabin e já passei por caps ṕor depresão e sindrome do pânico e ela da muitos gritos em mim e me expulsou de casa muitas vezes e eu não fui pois não tenho onde ir pois sou respeitosa sou virtuosa apesar de ter sido engravidada aos meus 15 anos de idade e depois aos meus vinte e pouco , eu ajudava a minha mãe na vendinha antigamente ela não me dá ouvidos e me da muitos gritos e não cansa de fazer escândalos gritando e eu não sei o que fazer me xinga de irresponsável de vagabunda de nojenta de puta de rapariga de miserável já me mandou eu morrer já me mandou eu ir pra debaixo da ponte e meu pai mtambém eu tenho muita vergonha já mandou eu botar o dedo no meu cu e rasgar tudo já me falou de tudo e fico muito chateada triste ela me julga diz que destruiu tudo em mim e que me julga a vontade grita pra eu ajudá-la e eu não sei como me nem como me locomover dentro da casa dela ela não gosta demim sou e eu era a filha única q a queridinha é a neta de 20 anos e ela sussurra direto coisas ruins de mim a madrugada toda todos os dias e ficam fuxicando coisas ruins de mim e me sinto coagida não acerto mais cozinhar nem sair sou amedrontada por vultos vozes, e eles também e já compraram em 2005 atestado falso psiquiatrico de mim só pra me complicar a minha vida e me impedir de me realizar a minha vida num todo me humilha direto morro de vergonha ! pois tenho 36 anos e fico chocada com o que fazem de mim só falta me bater pra deixar marcas no meu corpo, deram fim a meus boletins do colégio conceição marista q eu guardava deram fim a minha certidão de batismo da igreja católica, me casei com o sujeitopensando que ele era um homem direito mas não era foi pior ele ia e voltava e não tinha dinheiro nunca apesar de estar sempre trabalhando e nunca consegui me resolver em minha vida ele hoje estamos afastados desde 2004 e ele me agrediu fisicamente e tambem me ameaçou de morte e vivia zuando de mim junto com os meus pais e a filha dele q tornou-se universitária e me pareço que não existo preciso de dinheiro me xinga muito qd o menino fica doente gripado ela me xinga de q eu não sirvo nem pra dar remédio pro meu filho e me xinga de mãe pra cachorro ! que eu sou relaxada preguiçosa ! tenho medo as vezes e até os religiosos nenhum não quis me ajudar espiritualmente eles só me dão um prato de comida as refeições do dia pra mim e meus dois filhos, teto, dormida, banheiro, água e internet e umas roupinhas de vez em qd e calçado com muita raiva e diz q nunca valeu a pena ser avó e ela grita que quer a casa só pra ela só e o marido dela só ! e que quer que eu e meus dois filhos saiam deixem a casa dela ! ela já me gritou isto um monte de vezes e depois se cala e finge que tá tudo normal, o pai q é um safado q já já tem outras familias e outras dúzias de mulheres e crianças dele por aí fumando bebendo farrando e jogando muitos contra mim de minha inocência e burrice de ter acreditado num amor de adolescente de 14 anos, tenho alucinações de tiro na minha cabeça estou apavorada ! de vez em qd estou morrendo de medo ! não tenho passagens de ônibus nem pra sair pra lugar nenhum e disse q nunca mais vai dar nada a mim ! e que eu procurasse me virar e que eu me danasse enfim ! e que tá cansada demais q quer ajuda ! que quer ajuda e que quer ajuda ! e ela considera mais os cachorros da casa do que eu e isso vai toda a semana a igreja e eu reconheço o esforço q fazem por nós 3 e que o marido dela tá muito entediado e perturbado cansado aperriado muitas contas a pagar e sem sei lá perguntando a ele ele não conversa comigo tem raiva de mim não gosta de filha mulher já tentei diversos relacionamentos en enhum não deu certo fizeram até propaganda negativa de mim e fiquei encalhada e piorou nas redes sociais e me tiraram tem um ciume excessivo de mim ou não sei as vezes parecem que estão possuídos e me tranquei no quarto e me xingam muito e não sei o que fazer recebi uma intimação falsa hoje do Ministerio Publico Federal com numero e nada de local nem data so dizia ser urgente e não especificou nada o anexo não abriu e reenviei e nada de retorno nem sei pra que se me destruiu a minhas coisas da minha vida q não tem preço pra mim pois é a minha vida ! a minha paz o meu sossego ! destruiu tudo ! saúde documentos deram fim chegou ao ponto de eu ser hostilizada na rua ! fiquei traumatizada me arruinou completamente ! me sinto acabada indisposta estou com nódulo em meu seio e nada de tratamento minha acne piorou muito meu stress minha angústia tive bruxismo artrite e fiquei sem remédio todo o mês qd fazem a feira da casa me humilham ! me chamam de feia horrorosa me comparam mau, cheguei a ir a agência de empregada doméstica recentemente me inscrever mesmo sem saber como é e só perdi o meu tempo só me fizeram esperar e não consegui nada ! só faziam conversar e nada e disse q se algum patrão se compadecesse da pessoa da história de vida da pessoa carregaria para trabalhar e dormir na casa dos patrões me mandam eu me TRATAR ! ME TRATAR COMO !!!!!!

  60. on the other hand, you could find inexpensive features allow me to explain allow a topline model and you desire to create quilts just for your special Hermes Evelyne travelling bag include. befeeaeddegb

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s