Clodovil: ”Aqui é um mercado de compra e venda”


 Instalado em seu gabinete da Câmara, num divã branco decorado com o brasão da República, o deputado Clodovil Hernandes (PTC-SP) fala de suas primeiras impressões sobre o Congresso. Avalia que as relações entre os parlamentares são marcadas por um “formalismo mentiroso”. No estilo direto e desconcertante que o tornou popular, ele faz seu diagnóstico: “Aqui é um mercado de compra e venda de coisas como qualquer outro. E o pior: é com o dinheiro do povo.”

Aos 70 anos, o antigo estilista que virou apresentador de TV antes de chegar à política parece ser um observador atento. Diz que muitos deputados usam o poder de sedução de seus cargos e a estrutura de apoio parlamentar para aventuras amorosas. “Aqui tem de tudo. Tem gente que usa a Câmara para namorar. Você já viu como há mulheres bonitas nos corredores?”, instiga.

Uma das principais preocupações de Clodovil no momento é concluir a reforma de seu gabinete, no Anexo 4. A transformação já custou R$ 200 mil, que o deputado afirma ter pago com o próprio dinheiro. Um dos destaques da decoração é uma mesa com tampo de vidro, apoiado numa base em forma de naja. Tudo cercado por sofás brancos, também com brasão.

Na política, Clodovil costuma ser um crítico mordaz do presidente Lula, mas seu partido é governista. Na Câmara, o PTC faz parte do bloco capitaneado pelo PMDB, hoje poderoso inquilino da Esplanada dos Ministérios. Os planos políticos do deputado são vagos: ele admite tanto mudar de legenda quanto se candidatar a prefeito de São Paulo pelo PTC. “Todo mundo sugeriu que eu mudasse de partido. Mas ainda vou estudar isso. Eu me candidatei por este partido porque foi o que apareceu. Mas não tive dinheiro para despesa. Fiz uma campanha com R$ 14 mil.” Sobre a possibilidade de concorrer à prefeitura, diz: “Não penso, mas o partido quer. Essas coisas são feitas como negócio, você sabe como funcionam as coisas aqui.”

Homossexual assumido, Clodovil diz sofrer discriminação disfarçada dos colegas em Brasília: “O preconceito é velado. É o pior que existe, porque é por debaixo do pano.”   

Fonte: Jornal da Tarde.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: