Programa de Governo de MARCONE BORBA (2009 – 2012), candidato a Prefeito pelo PT (legenda 13), na Cidade de Bezerros – Estado de Pernambuco

EDUCAÇÃO

—        Garantir o acesso a leituras diversificadas, através de aquisição de acervo de livros para as escolas e creches municipais;

—        Organizar um centro de atendimento com equipe multidisciplinar para os alunos com dificuldades de aprendizagem (psicólogos, fonoaudiólogos, assistentes sociais, psicopedagogos e outros);

—        Promover programas de formação e habilitação específica para professores que atuam em educação especial, em escolas do campo e nas comunidades quilombolas;

—        Adequar e/ou construir quadras de esportes em escolas da rede municipal;

—        Adequar os espaços físicos escolares às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida;

—        Implantação da Escola Experimental de Ensino, com o apoio do Governo do Estado;

—        Implementar a reposição anual de equipamentos, material esportivo e didáticos diversos que considere e valorize a diversidade racial, cultural e de pessoas com necessidades especiais;

—        Implantar sistema informatizado de dados da Secretaria Municipal de Educação e Cultura;

—        Criação do Cursinho Pré – Vestibular Municipal ( Para alunos carentes, que desejam ingressar na universidade );

—        Ampliar o acesso ao ensino médio profissionalizante;

—        —Garantir fardamento para todos alunos da rede municipal de ensino e Creches;Dar continuidade ao programa de Transporte escolar, garantindo a todos os alunos transporte de qualidade e eficiente;

—        Dar continuidade e ampliar o Programa Municipal de Estágio

—        Manter e ampliar a Casa dos Estudante de Bezerros em Recife

 

 

CULTURA

ARTESANATO

—        Garantir a participação da Associação dos Artesãos de Bezerros (AAB) em eventos como: FENEART, FENAHALL e demais feiras artesanais no âmbito estadual e interestadual;

—        Viabilizar junto ao SEBRAE palestras e cursos de aperfeiçoamento profissional para os artesãos;

—        Pleitear junto a FUNDARPE e ao Ministério da Cultura o reconhecimento da AAB como Ponto de Cultura;

—        Criação da Vitrine Bezerros (Seria uma exposição de produtos como: Artesanato, manifestações artísticas, gastronomia e produtos da agricultura familiar);

—        Incorporar ao patrimônio do município o Núcleo de produção de Artesanato, na BR 232. O prédio pertence ao Governo de Pernambuco;

—        Construção do cine teatro de Bezerros. O projeto já está em tramitação do Ministério da Cultura. Será implantado no antigo prédio da cadeia pública;

—        Ampliação das oficinas de arte na rede de ensino municipal, valorizando nossa cultura e nossos artesãos;

—        Apoio aos artistas bezerrenses na participação em eventos regionais e nacionais, com calendário pré-estabelecido;

—        Apoio à Banda Cônego Alexandre, garantindo sua participação em eventos do município, recursos para aquisição de novos instrumentos e novos fardamentos;

—        Apoio e manutenção do comodato da sede da Associação dos Artesãos de Bezerros, que foi instalada na antiga cadeia municipal;

 

ARTES CÊNICAS

—        Promover e incentivar eventos de capoeira, dança de rua e hip hop no município;

—        Criar a Escola de Teatro de Bezerros para crianças, adolescentes e adultos, formando e produzindo espetáculos;

—        Intensificar a circulação de peças teatrais, gratuitas ou acessíveis, para os interessados em teatro.

—        Intensificar, ainda mais, o incentivo aos grupos de danças culturais do município: “Folcpopular” e “Papanguarte’, bem como estimular o surgimento de novos grupos de dança”;

—        Firmar convênio com o Recife Convention Bureau para apresentações do Folcpopular e Papanguarte, em congressos, feiras e seminários em Pernambuco;

—        Estimular a participação dos grupos de dança do município na divulgação da nossa cultura por eventos em todo o Brasil;

—        Fomentar e incentivar o “Grupo de Mazurca Orgulho de Ser Negro” da Comunidade Quilombola de Guaribas de Baixo;

—        Promover e incentivar eventos de capoeira, dança de rua e hip hop no município;

 

CINEMA

—        Participar da “Programadora Brasil”, projeto do Ministério da Cultura para a viabilização de salas de cinema em escolas pólos do município;

—        Viabilizar parceria com a iniciativa privada para a realização de projetos de cinema itinerante no município;

—        Dar continuidade ao projeto: “Cinema para Todos”, levando cinema aos distritos e bairros da cidade;

—        Incentivar produtores que desejarem produzir documentários, filmes e gravação de DVD’s em Bezerros;

 

MÚSICA

—        Ampliar, subsidiar e fomentar a Escola de Canto e Música Papan-Música;

—        Implementar ações de incentivo ao Coral Canto da Terra da Escola de Canto e Música Papan-Música;

—        Apoiar a Banda Cônego Alexandre Cavalcanti.

—        Ampliar e fomentar as atividades da BAMUBE (Banda Municipal de Bezerros) do Colégio Municipal Desembargador Felismino Guedes, fortalecendo sua atuação por todo o ano;

—        Promover anualmente Encontro de Bandas e Fanfarras;

—        Promover eventos musicais, com artistas da terra, em escolas praças, igrejas e eventos do município;

—        Estimular a Orquestra Sanfônica de Bezerros;

—        Promover Festival de Música de Bezerros para revelar novos talentos do nosso município, garantindo gravação de CD para os 12 primeiros colocados;

—        Dar continuidade e ampliar o projeto “ Cultura para Todos ”, favorecendo os sanfoneiros, bandas de pífanos e violeiros de Bezerros;

—        Manutenção e aquisição de novos equipamentos para o estúdio municipal já instalado em Bezerros, viabilizando a gravação de CDs, para nossas bandas;

—        Cumprimento do Decreto Lei, garantindo a participação de pelo menos 70% das atrações locais em eventos do município;

—        Manter o Projeto “ Cantando na Praça ”, garantindo participação para os artistas de Bezerros;

 

LIVRO, LEITURA E LITERATURA

—        Reestruturar as instalações físicas da Biblioteca Pública Municipal Vereador José Santiago Filho, bem como melhorar o acervo bibliográfico e informatizar o sistema de pesquisa;

—        Promover a Feira do Livro;

—        Estimular a leitura, através de oficinas, palestras, eventos e projetos que promovam o gosto pela leitura;

—        Fortalecer as ações do MALB (Movimento Artístico Literário de Bezerros);

—        Incentivar e apoiar à captação de recursos para publicação de livros dos escritores e poetas da terra;

—        Promover a Semana da Literatura, envolvendo todas as escolas do município.

 

CULTURA POPULAR

—        Incentivar e fortalecer o Grupo Folclórico Batalhão 44 Bacamarteiros de Bezerros, através da construção de Sede da Associação e manutenção e legalização de suas atividades culturais, garantindo sua participação em eventos;

—        Incentivar as bandas de pífanos do município, estimulando a participação nos eventos da cidade e realizando oficinas;

—        Implementar ações para a difusão das cantorias de viola e recitais de causos nordestinos;

—        Constituir e incentivar o Conselho Municipal de Cultura de Bezerros, visando fortalecer o processo democrático de participação na gestão de políticas e dos investimentos públicos na área;

—        Resgatar e fortalecer as quadrilhas juninas e os festejos juninos dos bairros e distritos;

—        Resgatar a cultura dos mamulengos, inserindo-a no ambiente da escola.

—         Criação do Grupo de Alfaias “MARACANGU”, como projeto de inclusão social;

—        Criação de oficinas para confecção de brinquedos populares, como pipas, mamulengos, mané gostoso, pião entre outros.

 

EVENTOS

—        Preservar a cultura pernambucana, incluindo-a em todos os eventos do calendário turístico do município;

—        Dar continuidade as comemorações da Semana da Cultura Pernambucana, evento de palestras, oficinas, exposições e apresentações culturais;

—        Realizar anualmente o “Sarau Zezinha Vasconcelos” em homenagem póstuma à grande poetiza bezerrense;

—        Dar continuidade as Comemorações do Dia da Consciência Negra fortalecendo as relações étnico-raciais.

 

FORMAÇÃO CONTINUADA

 

—        Promover seminários e conferências municipais de cultura;

—        Promover encontros e cursos para equipe técnica de cultura e professores da rede, no intuito de subsidiá-los com informações na área.

—        Garantir a participação em eventos estaduais e nacionais de diretores e professores que fomentem a cultura em Bezerros;

 

CULTURA NAS ESCOLAS

—        Implementar um política de proteção  da cultura do “Papangu” nas escolas da rede;

—        Implementar os programas de arte e cultura nas escolas, ampliando o atendimento a demanda;

—        Subsidiar a escola com materiais pedagógicos alusivos à cultura popular;

—        Promover e fomentar eventos culturais nas escolas.

 

 

TURISMO

PROGRAMA MUNICIPAL DE TURISMO

    

O objetivo do Programa é desenvolver o setor como uma atividade econômica sustentável, com papel relevante na geração de emprego e renda, com inclusão social. Serão estabelecidas metas e diretrizes para o desenvolvimento do turismo, através de uma reserva de investimentos exclusivas para o turismo.

 

FOLIA DO PAPANGU: MAIS TURISTAS

—         Divulgar a cultura do município, valorizando o Papangu tradicional, envolvendo toda comunidade na realização do evento, garantindo a preservação da cultura, geração de emprego e renda para o município;

—        Incentivar o Conselho de Turismo, garantindo a participação dos setores envolvidos, com decisões democráticas para projetos e investimento no setor;

—        Incentivar os eventos da cidade, movimentando a economia local, atraindo turistas de diversas regiões do pais e do mundo;

—        Incentivar o Programa de Regionalização do Turismo, garantindo a participação de Bezerros em projetos e ações do Governo Federal e Estadual;

—        Garantir estágios curriculares para os acadêmicos do curso de turismo;

—        Incentivar a Associação de Bares, Hotéis e Restaurantes, garantindo qualidade no atendimento e melhoria da oferta ao turista;

—        Dar continuidade ao Programa de Sinalização Turística de Bezerros. Projeto em andamento.

—        Valorizar e incentivar a prática de esportes radicais;

—        Dar continuidade ao Festival de Bolos, Biscoitos e Doces, garantindo capacitação, treinamento e maior visibilidade ao produto;

—        Venda do Produto Turístico: BEZERROS, com a criação e divulgação de novos roteiros turísticos. Roteiro de Arte, Roteiro Histórico-Cultural, Roteiro Pedagógico, Roteiro ecológico, Roteiro de Aventura, Roteiro Melhor Idade visita Bezerros;

—        Dar continuidade ao Projeto “ Eu Conheço Bezerros ”, divulgando o potencial turístico da cidade em Universidades, Faculdades, colégios e empresas do setor turístico;

—        Manter o projeto do Turismóvel, como instrumento de incentivo à prática do turismo, recepção de turistas e educativo;

—        Criar novas edições da Revista Bezerros, Turismo o Ano Todo;

—        Implantação de um Centro de Informações Turísticas as margens da Rodovia Luiz Gonzaga;

—        Criação do Espaço Saber Fazer ( espaço para a realização de oficinas artesanais, proporcionando aos jovens uma forma de buscar sua sobrevivência através da arte, voltada para o turismo);

—        Criação do Festival de Danças Folclóricas de Bezerros;

—        Criação da Escola de Gastronomia Municipal, Sabores de Bezerros ( Destinada à capacitação e formação de profissionais para  atuação em bares,  restaurantes e hotéis de Bezerros);

—        Urbanizar e melhorar o Pólo gastronômico de Encruzilhada de São João;

—        Aumento do número de alunos no Programa de Qualificação Profissional nos setores de Hotelaria, Garçons, Línguas Estrangeiras, Informática e Gastronomia, através da Agência do Trabalho;

—        Construção do 2º acesso ao povoado de Serra Negra;

—        Recuperação do Anfiteatro do Pólo Cultural de Serra Negra;

—        Infra- estrutura de apoio ao turista na Serra Negra;

—        Implantação da Coleta Seletiva de Lixo;

—        Reativação da Disciplina de Turismo na Grade curricular municipal com a implantação da disciplina de gestão ambiental e Cultura;

—        Incentivar o São João na cidade, com a criação de vários pólos nos Bairros e manutenção do São João Cultural da Serra Negra;

—        Garantir parcerias com Centro de Artesanato de Pernambuco;

—        Realizar anualmente o Fórum Municipal de Turismo;  

—        Apresentar projetos de inclusão de Bezerros no PRODETUR – Programa de Desenvolvimento do Turismo, já aprovado em 2008;

—        Organização da Feira de Artes e Cultura do Agreste;

—        Garantir a participação de Bezerros no Salão Nacional de Turismo;

—        Garantir a participação de Bezerros nos eventos, encontros e parcerias para desenvolvimento da Rota Luiz Gonzaga;

—        Implantação de Pórticos de entrada de Bezerros e Serra Negra, garantindo maior visibilidade ao município;

—        Garantir o apoio à Estação do Mel na Serra Negra e entreposto da BR 232, favorecendo a atividade da apicultura e aumentando a oferta turística do município;

—        Implantar estação de entretenimento – brinquedos na Serra Negra.

—        Implantar o trenzinho Serra Negra, para aulas educativas e passeios com os turistas;

—        Apoiar o turismo religioso, garantindo a realização de encontros, palestras e shows;

—        Apoio com infra-estrutura e serviços para setor privado que realizem eventos na cidade, tais como: encontro de motociclistas, esportes radicais, vaquejadas, cavalhadas, Jeep Cross, MotoCross, aeromodelismo entre outros.

—        Garantir apoio aos alunos do curso de turismo da Escola Técnica do Agreste, com a participação em eventos e atividades de interesse acadêmico;

—        Aquisição de um ônibus adaptado para turismo, para divulgação de Bezerros em feiras, eventos, congressos estaduais e nacionais

—        Melhorar e implantar condições de acessibilidade aos portadores de necessidades especiais aos pontos turísticos de Bezerros;

—        Incentivar programas de desenvolvimento do turismo rural, em parceria com a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente;

—        Incentivar e apoiar alunos do curso de turismo que escolherem Bezerros como tema de TCCs, teses de mestrados e doutorados;

—        Distribuição com hotéis, pousadas e restaurantes de DVDs de divulgação dos roteiros turísticos de Bezerros;

—        Ampliação do curso de capacitação dos taxistas, com distribuição de material publicitário da cidade;

—        Criação do “Centro de Pequenos Negócios

 

SAÚDE

—        Implantação de duas novas Policlínicas para atendimento dos bairro do Cruzeiro, São Pedro, COHAB, Rosário, São Sebastião, Santo Amaro I e II e Retiro;

—        Implantação da Central de Parto;

—        Aumento do número de PSF´S para cobertura Total do Município;

—        Manutenção de Parcerias com Entidades Privadas;

—        Dar continuidade ao programa de ampliação e modernização da Unidade Mista São José;

—        Criação da Clínica de Apoio ao Idoso;

—        Dar continuidade ao Programa de melhorias de abastecimento d’água, com implantação e melhoramento de estações de tratamento;

—        Capacitar periodicamente os funcionários da Secretaria de saúde em todos os seus segmentos;

—        Aumentar o número de campanhas coordenadas pela secretaria de saúde, tais como: maior cobertura nas campanhas de vacinações, doação de sangue, ações de combate a dengue;

—        Implantação da casa de passagem em Recife para atender aos bezerrenses e seus familiares durante tratamentos de saúde;

—        Manter parceria com o governo federal para manutenção da farmácia Popular do Brasil;

—        Implantação de Unidades Odontológicas em todos os PSF’S do município;

—        Remuneração adicional para os agentes de saúde que trabalham em locais de difícil acesso;

—        Manutenção e ampliação dos serviços prestados pelo Laboratório Municipal;

—        Implantação do CRB – Centro de Radiologia de Bezerros, com serviços de RX, mamografia e ultrassonografia;

—        Manutenção e ampliação dos serviços do Centro de Especialidades Odontológicas – CEO;

—        Manutenção e ampliação do Sistema de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, com aquisição de mais uma ambulância;

—        Disponibilização de ambulâncias em todos os distritos do município;

—        Ampliar os serviços e equipe da vigilância sanitária;

—        Aumentar o número de agentes do PACS e Agentes de Endemias;

—        Manutenção do Programa de transporte de pacientes para tratamento em Recife;

—        Manutenção e ampliação dos serviços de distribuição de medicamentos, através da Farmácia Básica;

—        Implantação da CPB – Clínica Pediátrica de Bezerros;

—        Implantação do Projeto Caravana da Saúde, para atendimento aos distritos de Bezerros;

 

INFRA-ESTRUTURA

—        Manter o ritmo de investimentos em infra-estrutura básica: abastecimento d’água,  asfalto,  saneamento e pavimentação;

—        Construção do aterro sanitário de Bezerros;

—        Urbanização do Bairro Santo Amaro II;

—        Construção de velório no Bairro do Rosário;

—        Pavimentação e Iluminação dos Cemitérios;

—        Melhoramentos das estradas de Boas Novas, Sapucarana, Serra Negra e Sítio dos Remédios, com a pavimentação de diversos trechos;

—        Criação da patrulha mecanizada, garantindo melhores condições das estradas vicinais;

—        Melhoramento contínuo da Feira Livre de Bezerros, com padronização de barracas, limpeza, segurança, posto médico, apresentações culturais entre outros;

—        Construção da Academia das Cidades em Encruzilhada de São João; ( obra já licitada )

—        Construção de passarela sobre o Rio Ipojuca no paredão;

—        Ampliar o Programa de Acessibilidade de Bezerros, garantindo o acesso a todos as pessoas com deficiência (Rampas, Corre mãos, entre outros)

—        Dar continuidade ao projeto de saneamento da cidade e distritos, com a meta de atingir 100% do município;

—        Cumprimento do Código de Obras do Município, preservando os espaços públicos e diminuindo os conflitos;

—        Apoio técnico às secretarias que desenvolvam alguma atividade ou ação relacionada à construção civil;

—        Criação de Projeto de Arborização;

—        Urbanização e construção de praça na área do colégio Nossa Senhora das Dores; Projeto em execução.

—        Ações que colaborem com o programa de revitalização do Rio Ipojuca;

—        Dar continuidade aos investimentos e programas para melhoria da coleta de lixo e limpeza da cidade;

—        Investir na capacitação de funcionários que atuam na área de limpeza urbana e construção civil;

—        Manter atualizado o Controle e Registro de Obras, conforme determinação do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco

—        Renovação da frota de veículos com o objetivo de melhorar os serviços prestados à população;

—        Reformar as Praças Centenária, do Cruzeiro e Boas Novas;

—        Construção da praça de Santa Rita, no bairro Santo Amaro;

—        Construção de Praça com área de lazer em Sapucarana;

—        Dar continuidade ao programa de urbanização de praças e logradouros públicos;

—        Cumprimento do Plano Diretor de Bezerros, garantindo o desenvolvimento ordenado da cidade;

—        Dar continuidade ao programa de implantação da guarda municipal e de trânsito;

—        Implantação do Sistema de monitoramento com câmeras de segurança;

—        Urbanização de Encruzilhada de São João;

—        Conclusão da Av. Beira Rio, no Centro da Cidade;

—        Garantir equipamentos de Segurança para os trabalhadores da Secretaria de Infra-Estrutura (Capacetes, Luvas, Cintos de Segurança, Botas e etc.)

—        Dar continuidade ao Programa “ Água para Todos ”, garantindo o abastecimento para toda população de Bezerros;

—        Melhoria da Iluminação Pública da Cidade e Distritos;

—        Garantir alimentação para os trabalhadores da coleta de lixo.

 

GESTÃO MUNICIPAL

—        Modernização das instalações das Secretarias, melhorando as condições de atendimento ao público;

—        Adotar as medidas para cumprimento dos limites e determinações da Lei de Responsabilidade Fiscal;

—        Garantir os direitos trabalhistas dos funcionários municipais: férias, 13º salário, salário família, insalubridade, condições de trabalhos e equipamentos de segurança;

—        Garantir o acesso de funcionários através de concurso público, dando oportunidade para todos;

—        Elaboração do PCS – Plano de Cargos e Salários.

—        Garantir o processo contínuo de capacitação e treinamento de funcionários, desenvolvendo política de recursos humanos na Prefeitura;

—        Garantir o perfeito funcionamento do IPREBE, garantindo os direitos dos aposentados e pensionistas;

—        Melhorar as condições de trabalho e transparência das comissões de licitações do município;

—        Dar continuidade ao processo de organização e informatização do Departamento de Patrimônio;

—        Criação da Comissão de Avaliação de Preços e recebimento de mercadorias adquiridas pelo município;

—        Implantação de almoxarifado único, com controle informatizado de entrada e saída de mercadorias;

—        Terminal de consulta para fornecedores e contribuintes municipais, facilitando os pagamentos da Prefeitura;

—        Disponibilização da internet para o acesso aos serviços oferecidos pelos departamentos de Controle Urbano e Arrecadação Tributária. Ex: IPTU do Exercício, Dívida Ativa e Plantas de Imóveis;

—        Fornecer gratuitamente para proprietário de Imóvel de baixa renda, “regularização do bem”. Ex: licença de construção, planta baixa, dentre outros;

—        Desapropriação de áreas para implantação de novos empreendimentos que possam gerar emprego e renda em nosso município (Distrito Industrial);

—        Implantação de Centro Administrativo, para unificação dos serviços da Secretaria de Gestão, facilitando o atendimento à população;

—        Informatização com cadastro e senhas para credores.

 

ESPORTES

—        Criar a Secretaria de Esportes e Lazer;

—        Incentivar as atividades esportivas na zona Rural;

—        Manter e ampliar os programas esportivos no Centro Poli-esportivo no Santo Amaro;

—        Manter apoio aos torneios das diversas modalidades, envolvendo as equipes dos distritos;

—        Incentivar e apoiar as equipes que representem a cidade em competições estaduais e nacionais;

—        Manter e aumentar o número de alunos no convênio com a CBF;

—        Manter o calendário de esportes, favorecendo e apoiando todas as modalidades esportivas do município;

—        Valorizar os profissionais da área de educação física;

—        Incluir em concurso público a contratação de profissionais de educação física;

—        Incentivar as atividades esportivas para portadores de necessidades especiais;

—        Incentivar atividades esportivas para idosos;

—        Manutenção e ampliação do programa “ Rua de Lazer ”;

—        Garantir a implantação de áreas de esportes nas praças;

—        Realizar os jogos escolares municipais;

—        Construção do Skate Park de Bezerros;

—        Realizar reforma no Estádio Municipal Tenente Luiz Gonzaga. Refletores já foram adquiridos;

—        Garantir o fornecimento de uniformes para equipes esportivas da cidade;

—        Manter as atividades esportivas do Clube do Servidor Municipal;

—        Dar continuidade ao Pedala Bezerros;

—        Realizar em dezembro o evento: “ Melhores do Ano ”

—        Adquirir um micro-ônibus para a Secretaria de Esportes para facilitar a participação de atletas em competições esportivas.

—        Manter e ampliar as atividades esportivas e culturais para crianças e adolescentes do Núcleo Integrado de Cultura e Esportes – NICE, (Antigo BNB);

—        Implantação de Programa Esportivo para o Idoso.

 

AGRICULTURA E PECUÁRIA

—        Crédito para o pequeno produtor rural;

—        Programa Municipal de Assistência Técnica Agrícola e Veterinária;

—        Dar continuidade ao Programa de Aração de Terras;

—        Criar Programa Municipal de apoio às cooperativas para otimização da produção;

—        Dar continuidade ao Programa de construção de cisternas e Eletrificação Rural;

—        Firmar parceria com entidades como SEBRAE, SENAR, FADUPE, AFABE, EBAPE, IPA, UFRPE, UFPE, IBAMA, SINDICATOS, ASSOCIAÇÕES RURAIS E CONSELHOS, para criação do Programa Municipal de Qualificação Rural;

—        Dar continuidade e aumentar o número de campanhas de vacinação contra febre-aftosa.

 

AÇÃO SOCIAL

—        Promover atividades de lazer, cultura, apoio nutricional e cursos com a finalidade de aumentar rendimentos e melhorar a qualidade de vida dos idosos;

—        Dar continuidade aos programas de crescimento social e profissional dos jovens;

—        Dar continuidade as parcerias com o Governo Federal para melhorar as condições de funcionamento e para ações desenvolvidas pela Associação dos portadores de Deficiência – APORDEB e Escola Municipal dos Portadores de Deficiência dos Bezerros – EMPORDEB;

—        Dar continuidade aos programas de capacitação das famílias, com o aumento de cursos profissionalizantes e palestras;

—        Dar continuidade e ampliar o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI;

—        Implantação do Programa CRAS em todos os bairros do município;

—        Dar continuidade ao programa agasalhar, que atende a população carente com distribuição de roupas, cobertores e colchões;

—        Dar continuidade aos mutirões em diversos bairros na zona urbana e distritos, afim de emitir documentos e prestar serviços sociais a comunidade;

 

—        Dar continuidade ao programa “Morar Melhor”, com o aumento de numero de pessoas beneficiadas com a doação de materiais de construção para recuperação de moradias;

—        Dar continuidade ao programa “ver melhor”, que beneficia pessoas carentes com deficiência visual, com exames e doações de óculos;

—        Dar continuidade ao programa de doação de ataúdes e auxílio funeral a pessoas carentes, para sepultamento de seus familiares;

—        Realizar o programa de distribuição de cestas básicas e de sopão a pessoas em situação de extrema pobreza, e que não possuam nenhum benefício;

—        Dar continuidade ao Projeto “Nascer Feliz”, com a distribuição de enxovais a pessoas carentes e realização de palestras sócio-educativas;

—        Retomar o programa Noite das Princesas, que beneficia adolescentes carentes com tratamento odontológico e baile de debutantes, com o apoio do comércio e toda sociedade;

—        Dar continuidade ao programa “Sorrir para a Vida”, que beneficia pessoas carentes que necessitam de prótese dentária;

 

JUVENTUDE

—        Criação do Conselho da Juventude;

—        Manutenção e ampliação do Programa PROJOVEM;

—        Ampliação da casa de passagem;

—        Implantação do Núcleo de qualificação profissional continuada;

—        Implantação do Programa de Combate ao uso de drogas.

—        Integração com a secretaria de esportes para utilização do Núcleo Integrado de Cultura e Esportes e parque poliesportivo;

—        Integração com a secretaria de saúde para conscientização dos jovens através de palestras sobre educação sexual e gravidez na adolescência;

—        Integração com a Diretoria de Cultura para disponibilização  de oficinas culturais de artesanato, teatro, dança, entre outras;

—        Fortalecimento e integração com o Conselho Tutelar para ampliação das ações voltadas para a Criança e o Adolescente;

—        Garantir o funcionamento do Fundo Municipal do Conselho da Criança e do Adolescente;

—        Ampliação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil;

—        Ampliação do Centro de Referência especializado de assistência Social, no combate a violência doméstica e exploração sexual;

—        Fortalecimento do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

 

Fonte: O próprio Candidato.

Publicado em Diversos. 6 Comments »

Na ONU Lula acusa ricos de “nacionalismo populista”

 O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que os países ricos estão praticando um ”nacionalismo populista”, durante o seu discurso na abertura da Assembléia Geral da ONU, nesta terça-feira.

Os comentários do presidente foram uma menção às supostas exigências por parte dos países ricos para que as nações em desenvolvimento abram seus mercados, ao mesmo tempo em que dificultam o acesso dos emergentes aos seus próprios mercados e criam barreiras para a entrada de imigrantes de países pobres.

”Muitos dos que pregam a livre circulação de mercadorias e capitais são os mesmos que impedem a livre circulação de homens e mulheres, com argumentos nacionalistas – e até racistas – que nos fazem evocar – temerosos – tempos que pensávamos superados”, disse Lula.

O líder brasileiro voltou a lançar críticas contra os países ricos, ao falar da atual crise financeira que atinge os mercados globais.

”É inadmissível – dizia o grande economista Celso Furtado – que os lucros dos especuladores sejam sempre privatizados e suas perdas invariavelmente socializadas”, afirmou, acrescentando que o ”ônus da cobiça desenfreada de alguns não pode recair impunemente sobre os ombros de todos”.

Para Lula, ”a euforia dos especuladores transformou-se em angústia dos povos, após a sucessão de naufrágios financeiros que ameaçam a economia mundial”.

Fonte: BBC Brasil (Escrito por Magno Martins)

ONU: Lula chama barreiras comerciais de muros fascistas

 O presidente Lula afirmou hoje, no seu discurso na assembléia da ONU em Nova Yorque que, após a queda do muro de Berlim, “outros muros foram sendo construídos com enorme velocidade, sob argumentos nacionalistas ou mesmo fascistas”, referindo-se às barreiras comerciais impostas por países desenvolvidos, como “escandalosos subsídios” e tarifas.

O presidente afirmou que o sistema multilateral precisa ser adaptado ao século XXI e citou iniciativas firmadas entre os países em desenvolvimento – IBAS, BRICs – como exemplos de articulações diplomáticas bem sucedidas, que vêm colaborando para dar ao mundo uma “nova geografia política, econômica e comercial”.

Lula citou, ainda, a mediação brasileira na Bolívia e a missão de paz no Haiti para demonstrar o papel de liderança regional do país, visando ao assento permanente no Conselho de Segurança da ONU – que, segundo Lula, é uma “representação distorcida, congelada há seis décadas”. Elogiou, assim, a recente decisão da Assembléia Geral de iniciar as negociações para a reforma.

Por fim, lembrou os 60 anos da Declaração dos Direitos Humanos, a serem completados em dezembro deste ano, e o centenário de Josué de Castro, estudioso brasileiro do flagelo da fome e primeiro diretor da FAO, agência das Nações Unidas para a fome e a miséria.

Fonte: Site Último Segundo.)

Analfabetismo Político – Uma triste realidade de candidatos “oportunistas”, que influenciam eleitores humildes e que não tiveram oportunidades na vida !!!

ANALFABETISMO POLÍTICO

DISCUSSÃO TEÓRICA

 

            O Brasil hoje ostenta um índice de analfabetismo relevantemente alto considerando o crescimento do desenvolvimento econômico do país. Segundo dados do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia Estatística, cerca de 10% das pessoas acima dos 10 anos de idade ainda são analfabetas. Esses números poderiam ser mais animadores, mas infelizmente o nosso país ainda não oferece uma educação de qualidade ou não repassa os recursos necessários para se construir uma base na educação brasileira. Diante disso, em época de eleições é comum encontrar candidatos que se enquadram nessa estatística e são eleitos sem o menor preparo para representar o povo no poder. Povo esse, que também elege o candidato por simples afinidade, motivo pessoal ou influência alheia, ou seja, um total desconhecimento do que é votar e legitimar o direito de cidadão consciente sabendo analisar e escolher o mais apto para representar a população no poder.

 

É sobre essa questão que irei tratar agora. Colocar os pontos teóricos do analfabetismo político tanto eleitoral quanto governamental em discussão. Mas de início, é preciso esclarecer o que é o analfabetismo? Numa definição básica dessa questão, poderia afirmar que o indivíduo analfabeto é aquele que não consegue identificar o conjunto de letras e regras gramaticais, é o desconhecimento do alfabeto e a incapacidade de ler. Dentro dessa perspectiva, existem variáveis como o analfabetismo funcional. Onde o indivíduo consegue identificar as palavras, ler com facilidade, mas não tem a capacidade de interpretar, dar sentido ao que leu. Não muito diferente desse conceito, está o analfabeto político. Esse pode se enquadrar nessas definições anteriores e se encaixar num analfabetismo ainda mais nocivo à sociedade. Exercendo cargos sem ter menor preparo ou conhecimento das leis, cumprimento de direitos e deveres que são garantidos pela constituição.  Assim, posso começar a expor o que de realmente acontece no nosso país dentro dessa questão. O homem como analfabeto em suas várias perspectivas, dentre elas, a que exige mais responsabilidade e é na política onde podemos encontrar maior quantidade de homens despreparados.

 

Será que o analfabeto tem o mesmo direito democrático que os homens letrados? Vivem numa democracia igual? O conceito de democracia varia de acordo com a sociedade em que vive e a cada dia vão se incorporando novos conceitos e regras. Etimologicamente falando, democracia significa governo do povo. Esse termo passa a idéia de quê o governo e os seus integrantes exercem uma relação direta com o povo, abrindo espaço para uma participação popular. Os Gregos foram considerados os primeiros a constituir a democracia, isso aconteceu através três fatores: a divisão de terras, a urbanização e a divisão de cidades. Assim, tornou-se inevitável o surgimento da demokratein.[1] Onde a partir desses dados históricos, apareceram os primeiros governantes que eram aqueles que detinham maior poder aquisitivo, nesse caso, posse de terras. Na história de nosso país não foi diferente e, até os dias atuais, há uma hegemonia daqueles que tem maior poder aquisitivo. Com esse contexto histórico e trazendo para a realidade do século XXI, consideremos que nos dias atuais, há uma grande distinção entre os níveis de alfabetismo e analfabetismo. O homem analfabeto se distingue facilmente da sociedade e ainda não tem o mesmo valor democrático que os demais alfabetizados. Fica incapaz de realizar as mesmas tarefas e de desfrutar de benefícios oferecidos como: concursos, trabalho, emissão de certos documentos e manter relações comerciais.

 

Observando esses dados e conclusões, abre-se espaço para outra questão: até que ponto somos capazes de escolher um governante? Levando em consideração os vários níveis de intelecto e de incapacidade alfabética, fica duvidoso um candidato expor com fundamentos suas propostas de maneira legível e significativa para todos os brasileiros. As percepções serão totalmente diferentes e entraram em conflito dependo do caso. Há vários tipos de intelecto entre o eleitorado, diferentes interpretações e atenções sobre as campanhas desenvolvidas no período anterior à votação. O direito (e obrigação) do voto é estendido a todos os brasileiros maiores de 16 anos, mais nem todos são capazes de tomar decisões lógicas para votar. Nesse âmbito, atrevo-me a aplicar o termo de “eleitor como máquina votante”. Funciona apenas na hora de votar, serve como números, dados estatísticos para eleger o candidato. Se houver uma pesquisa sobre essa questão, os resultados serão assustadores. Pois muitas pessoas nem pararam para pensar em quem votaram, não assistiram à propaganda política e nem tiveram uma reflexão do voto, do ato de apertar o botão da urna. Simplesmente chegou na hora e confirmou a presença e para o TSE, fez seu papel de cidadão.

 

Cidadania que todos nós temos, mas não na mesma proporção. Num conceito mais simples pode-se dizer que cidadania é a condição do desfruto dos direitos civis, políticos e sociais conferidos em um Estado aos seus membros.[2] A Constituição Federal trás em seus fundamentos que todo brasileiro tem direitos políticos como votar, candidatar-se a cargos políticos e direitos sociais(Art. 6°): “São direitos sociais: a educação, a saúde, o trabalho, o lazer, a segurança, a seguridade social, a assistência aos desamparados, à proteção à maternidade e a infância.”[3] Esse artigo reforça a citação acima  e nos da a idéia de que não existe cidadania e sim cidadanias. Brasileiros que não se encaixam no artigo 6° da Constituição não por uma questão de escolha, mas sim pela desigualdade social que se apresenta no nosso país. A educação como base para todas as pessoas desde a infância, é um direito que muitos não têm, mesmo sendo garantido pela Constituição. É por essa linha de pensamento e de uma realidade pura do nosso sistema social, que há diferenças e interferências nas escolhas partidárias e políticas no Brasil. Mas, mesmo com essas distinções sociais, existe uma lógica para isso. Há classes diferentes com parâmetros diferentes, cada qual com seu papel na sociedade e que um de certa forma complementa o outro. Do nível mais baixo de qualidade de vida ao patamar mais elevado socialmente. Os papéis são complementares e não deixam de rodar a esfera das “cidadanias”. Um bom exemplo disso são os catadores de material reciclável que exercem suas atividades de acordo com o meio em que vivem e dependem dos consumidores e compradores para trabalhar. Níveis diferentes e que compartilham de direitos diferentes, mas que ainda assim fazem parte de uma distribuição de classes estrategicamente dividida pelo sistema e que exercem sua cidadania da forma que podem e que o país oferece.

 

É dentro desses conceitos de democracia política e eleitoral, analfabetismo como um mal para o desenvolvimento político do Brasil e o direito de exercer o voto e sua cidadania, que o texto irá mostrar o quanto o país está necessitando de uma educação parlamentar, de uma espécie de “instrução” para os eleitores. Para assim poderem eleger homens com inteligência e capacidade plena de tomar decisões a favor da sociedade. Proporcionando um melhoramento na divisão social e nos vários níveis de cidadania que ainda assombram o Brasil e passam como uma novela diariamente exibindo capítulos que esperamos ter um fim igual e melhor para todos.

 

POLÍTICOS DESPREPARADOS

 

Não saber ler e escrever, são características de uma pessoa não albetizada. Essas são as principais dentre tantas outras que não é necessário citar. E no nosso cenário político, é fácil encontrar pessoas que fazem parte desse quadro que envergonha o país. É mais comum encontrar casos assim em gestões municipais de cidades do interior. O Norte e Nordeste são os maiores campeões nesse quesito. As pequenas cidades do interior dessas regiões exibem políticos que muitas vezes não passaram da quarta série e mal conseguem escrever ou ler, mesmo assim, assumem as prefeituras e câmaras para representar um povo que precisa de melhoras e de alguém melhor para governar. Os jornais sempre batem na mesma tecla quando o assunto é pobreza, enfocam o Nordeste  como a maior vítima de uma má distribuição dos recursos para educação, saúde, moradia e trabalho. Mas de quem é a culpa? Todos nós sabemos que são de políticos despreparados e sem nenhuma noção do quê acontece nessas regiões carentes. Os que sabem da realidade nordestina cruzam os braços ou tentam remediar com programas que não auxiliam diretamente os mais pobres do jeito que deveria ser. E quando falo de despreparo, não isolo apenas a questão da leitura, escrita e interpretação, falo também do desconhecimento dos deveres e direitos de ambas as partes: poder e povo.  Subir em um palanque e dizer tudo de belo e bonito é o quê se faz de melhor nas campanhas eleitorais, sem contar as propagandas políticas gratuita (de gratuita não tem nada. As emissoras recebem ressarcimentos de impostos fiscais pelo tempo gasto nas propagandas)[4] que enchem a TV e o rádio com candidatos e mais candidatos. Ou seja, nessas campanhas o dinheiro é gasto para “iludir” as pessoas e na hora de assumir os cargos, é que se vê quem foi eleito e o grau de despreparo que surge com leis absurdas, decretos que não servem pra nada e comentários sem valor nas reuniões do legislativo.

 

Destaco esse problema num parâmetro regional, por que é onde os maiores absurdos acontecem. As cidades pequenas são as maiores vítimas desse mal e quase sempre, não se faz nada para melhorar isso. Por que acredito que se um político tem uma boa base educacional, pode também desenvolver um certo grau de instrução na carreira. Mas como mudar isso? As questões começam pela própria Constituição. Ela dá o direito a todo cidadão, de qualquer classe ou status social, de se candidatar a uma vaga para qualquer cargo político. Sendo assim, como o nosso país ainda ostenta alto índice de analfabetismo, cerca de 10% da população, qualquer um pode usufruir desse direito constitucional e ser candidato nas eleições. È onde grande parte se elege por que ganha o apoio financeiro de terceiros (com segundas intenções) e faz o eleitor esquecer qual deveria ser critério principal na escolha: uma boa formação política.

 

No site do PT (www.paginasdinamicas.com.br/pt) existem cursos que o partido e a Secretaria Nacional de Formação Política disponibilizam para a formação do vereador. Assim, o mesmo pode realizar melhor seu trabalho legislativo. No que diz respeito o seguinte trecho: “o curso não pretende sanar todos os problemas e dificuldades para a campanha, mas pretende municiar política e metodologicamente os(as) candidatos(as).” Essa é uma das preocupações que os partidos devem ter nesses dias atuais com tantas realidades de despreparo no cenário político. Mas esses cursos de formação também apresentam outros objetivos que não estão explícitos. Os partidos querem ganhar espaço no país e garantir maior número em cidades e estados para se fortalecer numa competição partidária. Essa espécie de cartilha ou caderno se apresenta também como um atrativo para os candidatos e assim, garantir maior número no legislativo. Claro que quanto mais candidatos eleitos no país, mais fortalecido será para o partido. A questão é que o curso para vereadores é uma maneira de amenizar os erros e incapacidades dos membros do(s) partido(s) e ao mesmo tempo, aumentando e qualificando os mesmos para assumir o poder. A idéia não é ruim, o interessante seria que essa proposta fosse estendida de uma forma mais regional, mais próxima. Que todos os partidos se empenhassem em uma transformação, utilizando esse conceito de palestras, cursos, cartilhas e livros para alfabetizar os políticos. Não seria a solução para os nossos problemas, mas teria um grande peso na educação partidária nos municípios, estados e no país.

 

Nas ultimas eleições municipais, houve um aumento significativo no número de candidatos em todo o país. Junto com isso, ocorreu uma alternância entre os números de candidatos com menor ou maior grau de instrução alfabética, dependendo do nível de escolaridade. Esses primeiros números mostram em um plano nacional, a variação média do nível escolar dos candidatos eleitos a vereadores. Os dados são do site da Confederação Nacional dos Municípios (www.cnm.org.br). No ano de 2000 a quantidade de candidatos eleitos que apenas sabiam ler e escrever era de 2.475, enquanto os que sabiam ler e escrever em 2004 baixou para 2.340. Uma pequena diminuição, mas que já representa um começo nos casos de analfabetismo. Em contrapartida, os casos de candidatos eleitos com fundamental incompleto cresceu em relação ao ano 2000, passou de 11.926 para 12.657 em 2004. Isso mostra que há um início de preocupação em assumir cargos com um maior nível escolar (embora que seja o mínimo). Outro resultado disso são os que se candidataram ao cargo que terminaram o ensino médio, 12.259 em 2000 para 14.717 em 2004. Uma boa notícia que demonstra um melhoramento na educação e nos conceitos de alfabetismo entre eles. Esses números mostram um lado positivo no país. As pessoas querem políticos educados e que possam ser capazes de governar durante os quatro anos, mesmo que ainda haja tanta corrupção e escândalos no meio mas, o eleitor tem sempre uma esperança e acredita nela. Nessa mesma pesquisa, agora feita com os prefeitos eleitos, a situação é melhor em relação ao mesmo fator, escolaridade. Em 2004 foram eleitos apenas 93 prefeitos que declararam apenas saber ler ou escrever sem grau de instrução, enquanto que no ano 2000 foram 111. Aqueles que têm nível superior completo estão bem acima da tabela entre os números de escolaridade, em 2004 foram eleitos 2241 candidatos a prefeitos e no ano 2000, o número foi 2107 com superior completo. Esses dados mostram que àqueles que têm maior nível de educação são escolhidos para chefiar uma prefeitura e conseqüentemente, são esses que detém maior poder econômico num município.

 

Ter nível superior para um candidato, seja qual for o cargo, é de grande valor e pode ser decisivo numa corrida eleitoral. Com uma boa formação, ele pode se sobressair em discursos e idéias para seu governo, desde que seja para o bem do eleitor e que não haja má intenção em usar das idéias para corrupção. Esses números que acabamos de ver representam uma conquista para o povo brasileiro. Ainda é pouco, não é grande o número de prefeitos com nível superior no Brasil, mas isso pode melhorar tendo o apoio da população.

 

TUDO COMEÇA NA CAMPANHA

           

                        É no período que antecede as eleições que a “fila” para as inscrições começam.  Uso o termo “fila” porque como vimos, em todas as campanhas o número de candidatos aumenta de forma exagerada, sem preparo ou idéias para um bom, governo. O jornalista e escritor Lima Barreto (1881-1922) escreveu um conto muito interessante, “O homem que sabia javanês”.[5] É uma história que fala de um homem que lê num anúncio que um garoto precisa de um professor de javanês. Esse homem logo procurou saber do assunto em bibliotecas e mesmo sem aprender nada de javanês, foi ensinar o menino que precisava traduzir uma carta desse idioma. No final, sem saber de nada sobre aquela língua, ele ganha prestígio do cliente e fama, pois era o único que “sabia” javanês no seu país. Esse conto pode nos trazer para a realidade da instrução dos nossos candidatos. Mesmo sem saber de nada sobre política, é nas campanhas que muitos tentam conquistar o voto de qualquer forma. Pode ser esse o motivo que leva às pessoas a escolherem o preferido. São os únicos que estão ali e passam a impressão de quê apenas em cima daquele palanque, nas rádios ou nos debates é que existe a verdade, o “saber” político. Ainda existem pessoas que se deixam levar pela proximidade que a campanha leva até o eleitor. Um abraço, um aperto de mão ou um sorriso, infelizmente conquistam muitos votos. Nessa época se escuta a voz do candidato, conhece sua família, seus amigos e seus costumes, mas tudo não passa de marketing. È justo sim, mas que seja de forma limpa e preparada para um bom governo.

 

                        Como boa notícia, temos o fato de quê às pessoas estão tomando consciência dessa falta de preparação. Um bom exemplo disso são os números vistos sobre os eleitos e seu grau de instrução. É bom saber que aos poucos há uma mudança de pensamento que já estava em tempo de acontecer e que deve melhorar com o passar dos anos. Esses políticos que se assemelham com o personagem do conto de Lima Barreto estão com os dias contados. Com a educação se dá o primeiro passo parra a instrução política e assim esperar-mos o fim da corrupção. Pois esse mal também começa na campanha eleitoral, a compra de votos e a compra de direitos políticos e favores são partes da corrupção. É preciso formar uma nova base para corrigir os erros.

 

                        Uma campanha limpa começa com um bom plano de governo de forma clara para as pessoas. Não basta dar gritos nas ruas e fazer gestos de amizade, é necessário existir além do conhecimento, um sentimento de fraternidade e igualdade perante o próximo na corrida eleitoral. Quando falei de formação política, não foi preciso excluir àqueles que não tem educação necessária para um governante. Como já expus, a constituição dá o direito a qualquer homem de se candidatar a qualquer cargo na política brasileira, mas é fundamental que haja consciência da capacidade de governar, o poder não deve subir a cabeça na hora de lançar uma candidatura e o povo toma conhecimento disso cada vez mais.

 

ANALFABETISMO ELEITORAL

 

A EDUCAÇÃO COMO PARTE DO PROCESSO

 

Participar de uma eleição de cunho político governamental, é bem mais que cumprir uma exigência presencial do TRE, é um dever como também um direito comum a qualquer cidadão. Mas, então qual será o porquê da banalização eleitoral, do desinteresse político, e do analfabetismo eleitoral, será que esse termo tem realmente algum respaldo para existir, ou é apenas um vocábulo usado por críticos políticos?

 

Em primeiro aspecto, podemos afirmar que na verdade a democracia é um termo fictício em nosso país, pois, apenas a minoria tem direito à saúde, moradia, educação. Educação, um aspecto que merece uma análise minuciosa, pois ela é um dos grandes fatores responsáveis pelo analfabetismo lingüístico, cultural e político.

 

Existem de fato, analfabetos políticos, podemos até mesmo dizer que a maioria da população, é. E isso de deve ao fato de que, não é interessante para a política governamental brasileira, que a população tenha uma justa e leal educação. Pois educação traz informação que gera conhecimento, uma pessoa que tem conhecimento, pensa antes de tomar suas atitudes, inclusive eleitorais. Portanto, se para eles é bem melhor ter uma população passiva que apenas cumpra sua responsabilidade presencial, esse “educar” não faz parte das pautas dos projetos aprovados em câmara. Esse é um dos motivos, pelos quais não se investe em educação no Brasil.

 

O ensino hoje, ministrado nas escolas públicas é estarrecedor, os indivíduos são instruídos a ter uma visão de que sua função naquela instituição é básica; aprender a ler, escrever, fazer as quatro operações e quando no máximo, concluir os estudos meramente para ter um diploma – papel. Isso é culpa desses alunos? Não, na verdade eles são apenas vítimas da maldade e de uma falsa democracia que não fornece uma base cultural, social e política, algo que construa e incentive esses indivíduos a ser no futuro um cidadão de bem, que tenha responsabilidade política e social com o seu país e demais indivíduos que dele também fazem parte, que este aluno ora educado tenha o interesse e a motivação de contribuir para o crescimento da economia de seu país, da política; podendo dar sua opinião crítica a respeito dos candidatos que já foram eleitos, que serão eleitos e poder também fazer seu juízo de valor, exigir seus direitos, dessa forma, sim, ele poderá ser chamado, cidadão.

 

“Na justificação do Projeto de Emenda Constitucional n.27 de 1961, Fernando Ferrarri e outros argumentam: “Nunca, entretanto, é demais repetir-se que vivemos numa democracia nominal, pois a maior parte da Nação, não alfabetizada, perdida nos campos e nas cidades, não participa das grandes decisões brasileiras”. E perguntam: “E como recolherem-se os ecos da ‘força social’, sem ouvir os 20 milhões de iletrados adultos que povoam o Brasil”? (Ferrarri e outros, in Rodrigues, 1965, p.9).”

 

DESINTERESSE POLÍTICO, POR QUÊ?

 

Em segundo aspecto podemos dirigir o nosso estudo para o desinteresse político. No qual podemos abordar como causa três principais elementos; a ausência de educação e cultura política , a  falta decredibilidade do povo e a ausência de espírito público.

 

Política é um assunto que não causa muita afinidade nem tampouco faz parte da realidade de muita gente. Fato este, conseqüente também, da ausência de uma educação e cultura política como outrora já fora citado.

 

 No entanto, não podemos nos esquecer de que, esse desinteresse acontece do mesmo modo, em virtude das denúncias de corrupção, das impunidades, observe a citação abaixo.

 

“Em pesquisa realizada no ano 2000 pelo IBOPE/CNI e publicado pela Folha de São Paulo, portanto há cinco anos, revelava que 56% das pessoas entrevistadas naquela época, diziam que não estavam interessadas nas eleições que elegeriam prefeitos e vereadores naquele ano. Esse desinteresse revelado deve ter aumentado muito nos dias atuais, em virtude das denúncias de corrupção, mensalão, mensalinho e desmoralização da classe política como todo, guardadas as devidas proporções.”(D´CÂMARA, 2007).

 

Isto acontece, porque, as pessoas perderam a confiabilidade na política, em quem eles mesmos elegeram, pois na maioria das vezes, não sabem nem mesmo porquê elegeram.

 

Outro traço característico, responsável também por esse desinteresse é a “ausência ou carência de “motivações coletivas” ou “a falta do espírito público” nas instituições políticas brasileiras” – conforme aponta (Oliveira Vianna na sua interpretação desenvolvida na obra “Instituições Políticas Brasileira” (1974), onde enfatiza os fundamentos sociais e políticos da formação do Estado brasileiro”. (OLIVEIRA, 2007).

 

Vianna comenta que essas motivações coletivas e esse espírito público são construídos, mediante antecedentes históricos, influência subconsciente dos usos e costumes tradicionais da nossa vida local. Não é uma tarefa fácil impor um comportamento político à população, mas como Vianna mesmo aborda, se essa cultura fosse inserida desde os primórdios dos pilares educacionais, o interesse do eleitor brasileiro pela política, bem como a análise e desenvolvimento desta, seria parte fundamental de seu dia-a-dia.

 

CULTURA POLÍTICA: O COMPORTAMENTO DO ELEITOR BRASILEIRO

 

“O termo cultura política refere-se às orientações especificamente políticas, às atitudes com respeito ao sistema político, suas diversas partes e o papel dos cidadãos na vida pública”(ALMOND e VERBA, 1989, p. 12)”. (BORBA, 2007).

 

Segundo (ALMOND e VERBA, 1989, p. 14), existem três tipos de orientação política:

 

1)a “orientação cognitiva”, que significa o conhecimento do sistema político e a crença nele, nos seus papéis e nos seus titulares, seus inputs e ou outputs.

 

2)a “orientação efetiva”, que se traduz pelos sentimentos sobre o sistema político, seus papéis, pessoas e desempenho, e;

 

3) “a orientação avaliativa, significando o julgamento e as orientações sobre os objetos políticos, que tipicamente envolvem a combinação de padrões de valor, bem como de critérios de valor com informações e sentimentos”. (BORBA, 2007).

 

O objetivo em analisar a cultura política é contribuir para a explicação do comportamento político dos indivíduos, destacando a forma como os valores culturais são componentes endógenos da tomada de decisão, mas também abordar o comportamento eleitoral e sua relação com a cultura política e ideologia – que dizem respeito aos prováveis impactos das construções ideológicas sobre a cultura política de uma sociedade.

 

                        Este estudo teórico nos fornece embasamento para a análise do comportamento do eleitor brasileiro. Se hoje, podemos observar esse eleitor como um indivíduo passivo, desinteressado e fortemente influenciado pela média. Isso se deve ao fato da má, ou até mesmo da ausência dos padrões de orientação política, a não inserção dos cidadãos na vida pública. Essa falta de orientação é que gera o analfabetismo do brasileiro. Uma nação carente de construções ideológicas gera um povo sem identidade, consciência e esperança.

 

Pessoas tomadas pelo conformismo de que a realidade não pode ser modificada, deve ser aceita. E assim, o povo tem procurado se adaptar ao sistema dessa nação, a fim de atingir o seu maior objetivo: sobreviver.

 

 O PAPEL DA COMUNICAÇÃO: DE QUE FORMA O JORNALISMO CONTRIBUI OU NÃO, PARA O ANALFABETISMO ELEITORAL?

 

Partimos da seguinte observação “cultura necessita de comunicação. A comunicação estabelece a cultura”. Os meios de comunicação de massa causam um grande impacto social.

 

“No início do século XX, Lasswell, vê o usuário da mídia como consumidor passivo, teleguiado, que reproduz de forma automática aquilo que os meios transmitem. No entanto, em sua pesquisa posterior, ele observou que os indivíduos passaram a participar do processo, a interpretar o conteúdo recebido de diferentes maneiras, de acordo com a sua cultura, com a influência de outros meios, aparelhos ideológicos.” (MIGUEL, 2007).

 

Dessa forma, como vimos no tópico anterior, a base cultural política do eleitor brasileiro, não o oferece subsídios suficientes para que ele possa desenvolver uma opinião crítica – firme, sobre o assunto. Pois, para que o eleitor seja capaz de fazer uma opção consciente, “(…)ele precisa estar provido de informações adequadas sobre quem são os candidatos, quem os apóia, quais são as suas trajetórias e suas propostas; o mundo social, ou seja, quais são os desafios a serem enfrentados, as verdades possíveis e suas conseqüências.”(MIGUEL, 2007).

 

E visto que o trabalho jornalístico consiste em recolher informações dispersas, empacota-las através de determinados processos técnicos e distribuir o conteúdo final a uma audiência diversificada, percebemos que grande é a responsabilidade profissional de um jornalista neste processo. Pois ele é um líder de opinião, que pode tanto inserir no seu trabalho compromisso, oferecendo conscientização e cultura à população, como também, pode colaborar para o aumento desse analfabetismo.

 

Como comunicadores, a partir do estudo em análise, é válido também, que paremos para pensar, qual está sendo a nossa contribuição para mudar esta realidade.

 

Pois, retomando o que fora citado no início vale sempre lembrar de que: a comunicação estabelece cultura e comunicar esta cultura aos brasileiros, para nós, deve ser mais que uma tarefa profissional, deve ser: um dever social.

 

A INFLUÊNCIA MIDIÁTICA NA POLÍTICA CONTEMPORÂNEA

 

Todos nós sabemos que os meios de comunicação têm um grande peso na hora de escolher, endeusar e até transformar algo pequeno em extraordinário. Mas o que poucas pessoas sabem é que a mídia executa um papel muito importante na formação de opinião, ela é capaz de transformar e mudar as opiniões, atuando no cotidiano das pessoas, inserindo idéias e influenciando nos pensamentos.

 

                        Nos últimos tempos, temos sido testemunhas de muitos casos em que a televisão, o rádio, e os demais meios de comunicação, conseguem alterar o rumo de determinadas coisas, como por exemplo, as eleições.

 

                        A cada ano que se passa, as eleições tornam-se mais importantes e para que esse processo eleitoral se torne cada vez mais bem sucedido, é preciso que haja a intervenção de diversas forças, e entre elas está o chamado “quarto poder”, a mídia, os meios de comunicação. Esses meios estão presentes nesse processo, para ajudar no esclarecimento da escolha eleitoral, para que os eleitores possam escolher melhor as pessoas que, durante o período de quatro anos, irão exercer influência crucial sob suas vidas.

 

                        Como já foi dito, um dos maiores inimigos da política brasileira é a falta de formação (instrução) política. Mas mesmo nessa condição e com o país ainda sustentando um alto nível de analfabetismo, nos últimos anos esses índices têm caído (assim como expus) em grande número. O que é por sinal muito bom, mas levando em consideração a quantidade de pessoas analfabetas, o Brasil ainda tem muito que melhorar em diversos aspectos, principalmente na política.

 

A MÍDIA E O ANALFABETISMO POLÍTICO

 

Embora os índices de analfabetismo escolar, no Brasil, tenham baixado muito nos últimos anos, não podemos dizer o mesmo em relação aos números do analfabetismo político. Houve apenas um pequeno avanço nos níveis de capacitação dos políticos e uma consciência das pessoas na escolha de seus candidatos.

 

A grande fraqueza do país pode estar na falta de cobrança das pessoas para com os políticos, exigir o direito e fazer da mídia não só um objeto de entretenimento mas uma arma contra corrupção.

 

Por esse mal, infelizmente ainda contamos com políticos desonestos, que se aproveitam das pessoas mais humildes e iludem com falsas promessas, comprando sues direitos com mixarias. Aí onde entra a mídia e seu papel como ferramenta de instrução, para esclarecer dúvidas, desmascarando políticos corruptos, e conscientizando as pessoas para a importância do voto. Um bom sinal vivemos nesses últimos anos, nunca se viu tanto político sendo preso ou investigado na mídia como agora.

 

Essa mesma mídia que pode instruir civis a uma escolha certa e satisfatória, pode também levar os mesmos a uma escolha errônea e influenciadora com a divulgação e incentivação de “propagandas enganosas”, etc. Várias são as maneiras dos políticos conseguirem isso, pois vários meios de comunicação são regidos pela ganância dos seus donos e um jogo de interesses.

 

A TV e o rádio são as maiores fontes de informação para a maioria dos brasileiros. A TV está presente em 87,7% das casas dos brasileiros, 81% assiste televisão todos os dias e em média passam 3,5 horas em frente do televisor.[6] Diante desses números é possível ter uma dimensão do alcance da TV nos lares brasileiros, sem falar do rádio que está presente em 99% das casas do país. Cada emissora de televisão tem sua afiliada regional e pode conseguir através desse meio, uma maneira de “educar” as pessoas para o voto, instruir de forma regionalizada a melhor maneira de escolha nas urnas.

 

O PODER MIDIÁTICO NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA

 

                        Segundo o romance de Don DeLillo (1987, p. 69), na frase da personagem de Ruído branco, “Para a maioria das pessoas, só existem dois lugares no mundo: o lugar onde elas vivem e a televisão”. Essa frase resume de maneira sintética a importância dos meios de comunicação nas vidas das pessoas modernas.

 

                        Nos últimos tempos, com o advento dos meios de comunicação, o rádio e a televisão, especialmente esse última, tornaram-se a principal ponte de comunicação entre os políticos e os cidadãos comuns, passando a ser conhecida como “instrumento de contato” que leva até as residências ou quaisquer outros locais um discurso de algum político. Mas quanto mais o tempo se passou, menor foi o aproveitamento para o eleitor. O que se viu e vê é uma forma de marketing pessoal para fins políticos de forma a alienar as pessoas com propagandas e promessas que ficam no esquecimento.

 

                        Por conta dessa mudança nos tempos e nos meios, o discurso político teve que mudar, adequando-se aos veículos de massa. A diversidade das tecnologias favoreceu bastante a escolha do eleitor. Antes ele era “obrigado” a passar horas escutando um candidato falar, mas com o advento da televisão e do rádio, um simples clique[7] pode acabar com o discurso muitas vezes incômodo.

 

                        A mídia pode servir como instrumento de instrução para a população, pois ela é capaz de penetrar em nossas mentes sem que se perceba. É fácil escutar alguém na rua falando sobre alguma novela ou agindo da mesma maneira que um personagem fictício. Essa instrução pode servir para construir um pensamento ou opinião válida ou não. Ao mesmo tempo, pode desfazer uma idéia formada e reformular todo um conceito ao qual o eleitor já o tenha definido. São questões que vão de acordo com o discurso e o meio empregado assim como também a forma que foi empregada, de forma mutante de acordo com a pessoa ou forma aplicada.

 

                        Para os políticos, os meios influenciam na maneira em que eles irão debater determinado assunto, tornando-o atraente a pessoa que estará do outro lado, ajudando-o a esconder erros e gafes que normalmente poderiam prejudicar sua imagem perante os eleitores. A falta de um contato próximo é um dos motivos que mascara, muito embora os meios de comunicação sejam responsáveis pela maioria dos escândalos que envolvem políticos. Pois esses meios estão o tempo todo buscando informações sobre os candidatos, esperando apenas algum deslize para alertar a todos e por em risco a carreira do político. Dependendo muito das influências que esse tenha sobre o veículo e de seu poder em relação ao meio de comunicação. Na verdade se torna tudo um jogo de disputa de poder, cada qual com maior ou menor influência midiática.

 

CONCLUSÃO

 

                        Depois de todos esses argumentos é fácil se pensar que o nosso país não tem solução próxima para tal problema, que nossa constituição é falha ou que os culpados somos nós, os eleitores. Mas na realidade há uma brecha de esperança para uma mudança radical nesses casos e casos que rondam o Brasil. Em primeiro lugar tudo deve ou deveria começar com uma boa educação, com os números vistos e apresentados nesse texto, nosso país ainda necessita de uma base fortalecida na educação, mas recursos devem ser repassados para que daí saiam grandes formadores de opinião e futuros políticos de verdade. Precisamos contar com a compreensão e empenho daqueles no qual estudamos nesse artigo.

 

                        A justiça ainda exibe falhas na constituição e isso ajuda a aumentar esse quadro de analfabetismo político, mas é estimulante ver cada dia mais esse assunto ser discutido e debatido no meio social, nas escolas e nas ruas. As pessoas aparentam dar sinais de cansaço diante do que se exibe nos programas jornalísticos, à corrupção e a desigualdade social que assombra o país, serve como grande estímulo para que possamos ter futuramente uma mudança concreta nesse quadro. Políticos que possam ser iguais nas idéias e nas mudanças para uma melhoria de vida das pessoas, ocupar lugares que mereçam nossa confiança e não envergonhem àqueles que depositaram a confiança na hora do voto. Fica uma esperança e a espera de soluções que começa devagar e atinge a longo prazo as pessoas e hoje já se vê sinais dessa esperança.

 

                        O Brasil hoje está precisando de uma reforma o quadro político e também de uma instrução nessa área tanto no lado profissional quanto por parte do eleitorado. É evidente a urgência de uma reforma propriamente dita. Seria de bom uso que aquela cartilha para o vereador, citada no decorrer desse texto, servisse como um grande livro de instrução, uma forma de trazer o conhecimento e de instruir os que pouco sabem ou pensam que conhece política. A fim de se repensar sobre por que o nosso país se encontra assim e que se agir-mos dessa forma, possamos mudar tal situação. Os meios de comunicação e seus donos, muitas vezes os próprios políticos, pudessem deixar de lado a ganância e o poder para melhorar suas relações com o eleitor e garantir os direitos que nossa constituição diz para que nos próximos anos a política brasileira seja de verdade uma política.    

 

BIBLIOGRAFIA

 

BORBA, Julian. Cultura política, ideologia e comportamento eleitoral: alguns apontamentos teóricos sobre o caso brasileiro. On-line. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?pid=s0104-62762005000100006&script=sci_arttext&gt;.Acesso em: 03 jun. 2007.

 

“Calvário eleitoral no rádio e TV”, copyright Comunique-se (www.comuniquese.com.br) 24/08/2004.

 

D´CÂMARA, Olavo. Desinteresse Eleitoral, Analfabetismo Político e Liberação do Voto. Online. Disponível em: <http://www.estudandoodireito.blogspot.com/2006/04/desinteresse-eleitoral-analfabetismo.html&gt;. Acesso em: 20 maio. 2007.

 

FERRARO, Alceu Ravanello. Analfabetismo e níveis de letramento no Brasil: O que dizem os censos? On-line. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0101-73302002008100003&script=sci_arttext&gt;. Acesso em: 10 jun. 2007).

 

Ferreira, E. & Andrade Neto, M. Q. Cidadão do Mundo, Recife: Ed. UFPE, 2003

 

Gomes, A. “As eleições e o homem que sabia javanês”, www.odoculmento.com.br, 04/10/2002

 

 MIGUEL, Luis Felipe. Mídia e vínculo eleitoral: a literatura internacional e o caso brasileiro. On-line. Disponível em:< http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-62762004000100004&gt;. Acesso em: 03 jun. 2007.

 

OLIVEIRA, Otair Fernandes. O municipalismo e a cultura política brasileira. On-line.  Disponível em: <http://www.achegas.net/numero/quatorze/otair_oliveira_14.htm&gt;. Acesso em: 10 jun. 2007.

 

Tony Schwartz, Mídia: o Segundo Deus. 2ª Edição, Summus Editorial. – São Paulo: 1985. Tradução de Ana Maria Rocha

 

VIANNA, Oliveira. Instituições política brasileira – Fundamentos sociais do Estado: Direito Público e cultura. 3ª ed. Vol. 1. Rio de Janeiro: Record, 1974.


[1]  Ferreira, E. & Andrade Neto, M. Q. Cidadão do Mundo, Recife: Ed. UFPE, 2003, p.40

 

[2] Ibidem, p. 28

[3] Ibidem

[4] “Calvário eleitoral no rádio e TV”, copyright Comunique-se (www.comuniquese.com.br) 24/08/2004

[5] Gomes, A. “As eleições e o homem que sabia javanês”, www.odoculmento.com.br, 04/10/2002

[6] Levantamento feito pela Epcom – Instituto de Estudos e Pesquisas em Comunicação.

[7] O discurso político na mídia teve que mudar para poder ser mais atraente e sedutor à vista do eleitor.

Publicado em Diversos. 10 Comments »

Lula quer fim da desigualdade entre Nordeste e o resto do país – O PT é BOM demais !!!

 Em seu programa semanal de rádio, o presidente Lula disse hoje (22) que irá se reunir em breve com os governadores dos estados do Norte e do Nordeste para definir ações governamentais mais ousadas para reduzir a desigualdade entre essas regiões e o restante do país. Segundo ele, apesar de os indicadores apontarem que há uma diminuição na distância entre os mais ricos e os mais pobres no Brasil, essa correção precisa se dar em ritmo mais acelerado.Uma das alternativas para a melhoria das condições de vida dos moradores do Norte e do Nordeste, segundo Lula, está na execução de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). “As obras do PAC que vão surtir grandes efeitos no Norte e Nordeste, e também no Sul e no Sudeste, começarão a aparecer quando nós tratarmos da questão da coleta de lixo ou da questão das casas com coleta de esgoto”, afirmou.

Outro caminho para a redução da desigualdade regional, apontou, será a destinação de recursos obtidos com a exploração do pré-sal para políticas sociais.

“O Brasil precisa de muita política social. Por isso é que eu tenho dito que com a descoberta do petróleo na área do pré-sal uma parte desses recursos do petróleo precisa ser canalizada prioritariamente para a gente resolver o problema da pobreza no Brasil, das desigualdades e o problema da educação. E eu estou convencido de que estes números são bons e que podem melhorar ainda mais”, declarou.

Fonte: Congresso em Foco.

O que foi feito em Bezerros no Governo MARCONE DE LIMA BORA (do PT de LULA) – Eficiência e Cidadania “verdadeira” para todos – Finalmente, O PROGRESSO !!!

 

PLANO DE GOVERNO

GESTÃO DO PREFEITO MARCONE BORBA

 

Anos: 2005 – 2006 – 2007 – 2008

 

1. Secretaria de Educação e Cultura

2. Departamento de Cultura

3. Secretaria de Turismo

4. Departamento de Esportes

5. Departamento de Indústria e Comércio

6. Secretaria de Ação Social

7. Secretaria de Saúde

8. Secretaria de Gestão Municipal

9. Gerência Geral da Fazenda e Fiscalização

10. Secretaria de Infra-Estrutura

11. Secretaria de Agricultura

12. Departamento Municipal de Trânsito e Transportes – DEBETRANS

13. Instituto de Previdência – IPREB 

 

 

 

1) Secretaria de Educação e Cultura

 Educação: Melhorar as condições para o aprendizado. Esta é a nossa meta.

  

ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO  

* Implantação da Casa do Estudante ; 32 universitários de baixa morando na Casa do Estudante do Recife 

* Ampliação do acesso e garantia de continuidade de estudos para jovens e adultos

*Inclusão Digital em 06 Escolas;

*Implantação dos Ciclos de Aprendizagem

*Criação do Estatuto do Magistério

*Implantação do laboratório Itinerante de Informática

*Desenvolver um trabalho de sensibilização junto a sociedade quanto aos direitos e potencialidades dos alunos portadores de deficiência

* Construção/implantação do plano municipal de Educação

*Garantia do acesso e a busca de condições para garantir a permanência e sucesso do aluno

*Criação/implantação do Centro Integrado dos Conselhos Municipais

* Construção de política para educação infantil

* Ampliar vagas para o ensino fundamental, sobretudo corrigindo o fluxo escolar série/idade

 

 

NÃO ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO

* Aquisição do fardamento do BAMUBE  

* Entrega do material esportivo para as escolas da Rede Municipal

-As escolas do município receberam material esportivo para que seus alunos pratiquem esportes com qualidade

* Firmou parceria com a FATEC oportunizando os profissionais da educação na pós-graduação.

-Agora os professores da rede municipal terão a sua disposição uma faculdade em Bezerros e a possibilidade de fazer a sua pós graduação sem precisar se deslocar para outra cidade.

* Firmou convênio com o Instituto Qualidade do Ensino – IQE.

-O Instituto  de Qualidade de Ensino irá capacitar professores  da rede municipal que ensinam da 1ª a 4ª serie, as disciplinas de português e matemática. Ao total serão 68 professores, atendendo 1.900 alunos.

* Capacitação em relacionamento humano para os profissionais de educação

-As capacitações tem o objetivo de motivar os professores tanto na sua vida pessoal como na profissional

* Fórum de educação 

-Profissionais da educação participam de fóruns realizados pela prefeitura, onde os palestrantes retratam as novidades do mercado atual.

* Adesão ao Projeto Educacional Celpe nas Escolas 2006/2007 sob coordenação geral da Celpe e coordenação executiva do CEPAI (Centro Psicopedagógico de Atividades Integradas)

– Este projeto foi desenvolvido pelo CEPAI (Centro Psicopegagógico de Atividades Integradas) e aprovado pela Celpe, com o objetivo de os professores conscientizarem os alunos a usarem a energia de forma eficiente e eficaz, assim os alunos passam os ensinamentos para os pais e as comunidades começam a aplicar.

* PRÓ- LETRAMENTO – Programa de Formação Continuada de Professores das series iniciais do ensino fundamental. Parcerias UNDIME / MEC / UFPE e UFPA. (ok  foto)

– Um grupo de professores de 1ª a 4ª que ensinam as disciplina de português e matemática participam do Pró – Letramento, onde são  repassados novos métodos de ensino para serem aplicados em sala de aula. 

*Proposta Política Pedagógica;

*Reformas nas Escolas: 25 escolas e 08 Creches

* Aquisição de fardamento escolar

* 2.000 crianças beneficiadas IQE –Instituto de Qualidade no Ensino

* 195 alunos assistidos pelo Programa SE LIGA

* 189 alunos assistidos pelo Programa ACELERA

* 2.200 alunos beneficiados com o Programa PRA LÊR

60 Computadores para as escolas no Programa de Inclusão Digital

* Prêmio Projeto Político Pedagógico do Brasil Alfabetizado

* Prêmio de Gestão Escolar

 

   

2) Departamento de Cultura 

Cultura: Investir na cultura é preservar a nossa história.

ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO 

* Manutenção e ampliação do stand de Bezerros na Fenneart;

* Criação do calendário Municipal de Cultura;

* Inclusão do site Municipal;

* Manutenção e Ampliação do “Stand” de artesanato do Carnaval do Papangu;

* Criação das oficinas Municipais de Arte e Cultura;

* Apoio aos artistas locais na participação em eventos Regionais e nacionais, com calendário pré-estabelecido;

* Construção do Estúdio Municipal

*Criação da Semana de Arte Popular de Bezerros

* Criação da sede da Associação do Artesãos de Bezerros

 

NÃO ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO 

* Incentivo aos Grupos de Dança Popular;

-Os grupos culturais de Bezerros recebem incentivos de divulgarem a nossa cultura no Brasil e até no exterior.

* Cinema para todos;

– O Projeto Cinema para Todos tem como objetivo levar a cultura através do filmes brasileiros, onde são exibidos em praça para a população da zona urbana e rural.

* Assinatura do protocolo de Intenções com o Ministério da Cultura; (ok)

* Capacitações de profissionais da Biblioteca pelo Sistema Estadual de Bibliotecas de Pernambuco; (não tem foto)

– Os funcionários da biblioteca participam de uma capacitação em Recife, onde aprendem os novos processos que estão sendo usados na biblioteca.

* Implantação do Projeto “Eu vou ao Teatro”, parceria com a FUNDARPE;

– O Projeto Eu Vou ao Teatro tem como objetivos trazer peças teatrais para que a população bezerrense tenha acesso à cultura.

* Legalização e apoio ao Grupo Folclórico Batalhão 44 Bacamarteiros de Bezerros;

– O Grupo Folclórico Batalha 44 Bacamarteiros tem todo o apoio da prefeitura e está legalizado para se apresentar em festividades na cidade.

* Elaboração do Projeto J.Borges de Bezerros ao Mundo, indicado e premiado no Prêmio de Lei de Incentivo ao Patrimônio Vivo;

– O Governo do Estado criou a Lei de Incentivo ao Patrimônio Vivo, onde artistas fazem um projeto retratando a sua vida. No ano de 2005 a Prefeitura de Bezerros escreveu J. Borges, sendo aprovado e ficando entre os 11 artistas pernambucanos a receberem o Prêmio de Lei de Incentivo ao Patrimônio Vivo em 2006.

* Realização da 1ª Conferência Municipal de Cultura;

– Varias segmentações participaram da 1ª Conferência Municipal de Cultura, onde foi debatida a importância da cultura e o que precisa ser feito para a cultura.

* Apoio aos Quilombolas :

        Recebimento do Título Comunidade Quilombola: A Universidade Rural de Pernambuco realizou um estudo onde foi encontrado vestígios de escravos, foi realizado um projeto e aprovado pelo Governo. Onde receberam o titulo de Comunidade Quilombolas.

  Aquisição de figurino da Mazurca: A prefeitura doou todo o figurino do grupo cultural

* Viabilização de subsídios pedagógicos para escolas Municipais;

-Mensalmente o Departamento de Cultura fornece materiais educativos sobre cultura, para os professores aplicarem com os alunos em sala de aula.

* Aquisição de fardamento para o Grupo Folcpopular

Todos os dançarinos do Grupo Folcpopular receberam novos fardamentos doados pela Prefeitura.

* Realização da 2ª Maratona Cultural na Semana da Cultura pernambucana.

 – Durante a Semana da Cultura pernambucana foram realizadas oficinas, apresentações culturais e uma maratona com os grupos Folc Popular e Balé Popular Papanguarte de Bezerros, com o objetivo de incentivar e valorizar a cultura do nosso estado.

Intercâmbio cultural com cidades da região;

– Realização do I Seminário de Cultura de Bezerros;

– Implantação da Lei 10.639 nas escolas;

– Realização de Evento Cultural em homenagem ao dia da consciência negra com palestras, oficinas e apresentações culturais;

– Aquisição dos novos figurinos da “Pátria dos Papangus” e Frevo do Balé Popular Papanguarte, “O Brasil Brilha na Voz do Poeta” e Humanidade do Folcpopular;

  Parceria com o CDL para aquisição do figurino do Grupo de Dança de Rua de Bezerros. 

* 125 crianças participando de grupos populares, FOLC Popular e Balé Popular PAPANGUARTE

* Participação do Papanguarte e do Folc Popular no 9° Festival de Danças em Blumenau – SC

* Mais de 368 pessoas recebem incentivo cultural

 

3) Secretaria de Turismo

TURISMO: Investir no Turismo para gerar emprego e renda

 

ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO 

* Eventos:

* São João na Serra Negra;

* Estágios para Universitários;

* Qualificação profissional;

* Stands nas feiras de turismo;

* Folia do Papangu;

* Esporte Radicais

* Programa Regionalização do Turismo;

* Inventário da oferta turística;

* Conselho Municipal de Turismo; (não tem foto)

* Venda de produto turístico de Bezerros;

 

NÃO ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO 

* Implementação do Roteiro de Arte e Roteiro Histórico

– O Roteiro de Arte tem como finalidade mostrar a cultura de Bezerros através do artesanato, mostrando a importância do turismo no município dentro do Estado de Pernambuco. Está participando do Roteiro de Arte o Centro de Artesanato de Pernambuco; Memorial de J. Borges; Casa de Cultura Popular Lula Vassoureiro; Casa de Cultura Serra Negra; Ateliê do Artista Plástico Sivonaldo Araújo; Museu do Papangu e Museu da Cidade e Núcleo de Produção Artesanal.  

* Aquisição do Telecentro; (será do curso q vai começar quinta foto)

– O Telecentro capacita pessoas carentes para a inclusão digital e apóia os pequenos empresários.

* Site folia do Papangu;

O site foi criado com o objetivo de divulgar toda a cultura do Papangu durante o carnaval.

* Reforma da Casa Popular Lula Vassoreiro e Memorial J.Borges;

 – A Reforma foi realizada com o objetivo de atender melhor os turistas, sempre valorizando o espaço do artesão.

* Recuperação do Prédio Estação Ferroviária;

* Implantação do Museu da cidade e Espaço Papangu

* A Banda Municipal Cônego Alexandre, recebeu da prefeitura um novo fardamento

– Um dos pontos históricos de Bezerros, a Estação Ferroviária, foi restaurada valorizando a cultura. No local os visitantes encontrarão o Espaço Papangu e Museu da Cidade.

* Realização do 4º Festival de Bolos, Doces e Biscoitos; 30 produtores beneficiados com o Festival.

– O evento mostra o potencial da cidade neste setor de bolos e doces, já que a mesma é a maior produtora do norte-nordeste. São convidados diretores das grandes distribuidoras de alimentos da região, fortalecendo assim a relação cliente e fornecedor.

* Instalação do Auditório Ecológico na Serra Negra

– O auditório foi criado com o objetivo de realizar palestras para os estudantes que estão conhecendo a flora e a fauna da Serra Negra

* Realização da Jornada Sebrae

A Jornada Sebrae, foi uma parceria realizada com a Prefeitura e o Sebrae, oferecendo cursos à população, capacitando tanto o setor público como o privado.

* Implantação do Vagão para o artesão

– O vagão de trem na Rede Ferroviária Federal, será recuperado e transformado em uma loja e depois entregue a associação dos artesãos de bezerros, essa ação da prefeitura visa incentivar o turismo na cidade com mais um ponto de venda do nosso artesanat.

* Implantação do Turismóvel

– O Turismóvel locomovera os visitantes em cada ponto turístico de Bezerros.

* Início Sinalização da Serra Negra

* Cerca de 300 músicos beneficiados com o Estúdio Municipal Olavo Henrique

* Participação no Salão de Turismo em São Paulo

* Mais de 3.000 empregos diretos e indiretos criados na Folia do Papangu

* 3º Lugar Prêmio Prefeito Empreendedor do SEBRAE

* 1° Lugar de excelência em Turismo

* Projeto Eu conheço Bezerros

 

4) Departamento de Esportes

Esportes: Esporte, lazer e qualidade de vida.

 

ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO 

* Clube do Funcionário Municipal;

* Ampliar atividades esportivas no Centro Poliesportivo;

* Dar continuidade aos torneios de diversas modalidades para a comunidade;

* Apoiar equipes que representam a cidade em competições a nível estadual e nacional;

* Incentivar e apoiar atividades esportivas para portadores de deficiência;

* Criar calendário esportivo nas áreas: escolas, comunidades e esportes radicais; (não tem foto)

* Dar continuidade e aumentar o número de alunos do convênio com a CBF escola municipal de esporte

* Valorizar os profissionais da área

*  Incentivar e apoiar atividades esportivas para idosos

* Jogos Escolares

* Apoiar as atividades e eventos esportivos com parcerias com empresas privadas

* Construir espaços esportivos no município

 

NÃO ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO

* Incentivo aos atletas;

– A prefeitura incentiva os atletas a praticarem esportes e participarem de campeonatos em outros estados

* Apoio para L.D.B;

O incentivo de manter a tradição da Liga Desportiva Bezerrense nas realizações de campeonatos no município.

* Criação do Projeto Pedala Bezerros

– O Projeto PEDALA BEZERROS, tem como objetivo a realização de atividade esportiva visando maior integração da população através da prática de esportes.

* Construção da Pista do Jeep Cross e Moto Cross.

– O espaço foi criado para atender as necessidades dos esportistas na pratica do esporte. 

*Rua do Lazer

*Mais de 1.000 crianças praticando esportes no Núcleo de Cultura e Esportes e do Parque Poli Esportivo

* Mais 3.000 alunos da rede municipal participando dos jogos escolares

* 13 escolas municipais receberam kits esportivos

 

5) Departamento de Indústria e Comércio

Desenvolvimento Econômico: Mais emprego e renda para o município

  

ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO

* Ampliação dos trabalhos oferecidos pela agência do trabalho

* Criação do programa municipal de qualificação profissional

* Estreitar o intercâmbio e parcerias com o comércio local e associação do shopping Center Bezerros, para qualificação e intermediação de mão de obra. (não tem foto)

* Viabilizar a retomada das unidades industriais que se encontram desativadas no Centro Regional de Produção e promover a modernização do Parque Industrial.

  

NÃO ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO

* Emprego jovem oferece duas turmas em Bezerros

– O Emprego Jovem tem como objetivo capacitar pessoas para o marcado de trabalho. Mais de 1000 jovens já participaram da capacitação em Bezerros, onde recebem mensalmente R$ 150 reais durante 4 meses.  

* Parceria com o Governo do Estado através do Senac com cursos para a população

– São oferecidos cursos do SENAC para capacitar a população para o mercado atual. Atualmente acontece o curso de telemarketing, onde 75 pessoas estão sendo capacitadas.

* 6.624 pessoas foram inscritas na central de atendimento, onde foram encaminhados 1.033 vagas para empregos.

– A Agência do Trabalho cadastra trabalhadores e busca vagas de trabalho que se identifique com o perfil dos cadastrados, a central da Agência entra em contado com a pessoa e encaminha o mesmo para a empresa para participar da entrevista.

* Requisição do seguro desemprego 2.030 pessoas (tirar foto)

– As pessoas podem solicitar o seu seguro desemprego através da Agência de trabalho

* Emissão de carteira de trabalho de 3.600 pessoas. A média mensal é de 200        carteiras.

– As pessoas podem emitir sua carteira de trabalho através da Agência de Trabalho.

* Foram realizados Mutirões de Cidadania em Sapucarana, Encruzilhada, Bairro Santo Antônio e na cidade de Gravatá. (não tem foto)

– Nos mutirões as pessoas tiram seus documentos.

* Apoio às empresas na seleção do pessoal através do espaço físico da Agência do Trabalho. (não tem foto)

A Agência de trabalho disponibiliza o espaço físico para a empresa realizar a seleção dos entrevistados que irão trabalhar na sua empresa.

Ano 2008

* Mais de 2.187 pessoas foram inscritas na central de atendimento, onde foram capitadas 437 vagas para empregos no final de 2007 a início de  2008.

– A Agência do Trabalho cadastra trabalhadores e busca vagas de trabalho que se identifique com o perfil dos cadastrados, a central da Agência entra em contado com a pessoa e encaminha o mesmo para a empresa para participar da entrevista. 

* Requisição do seguro desemprego 1.316 pessoas no final de 2007 a início de 2008 (tirar foto).

– As pessoas podem solicitar o seu seguro desemprego através da Agência de trabalho

* Emissão de carteira de trabalho de 2.277 pessoas. A média mensal é de 200        carteiras.

– As pessoas podem emitir sua carteira de trabalho através da Agência de Trabalho.

*Realização do 1º e 2º Ciclos de Palestras. Em média mil pessoas foram capacitadas.

As palestras são realizadas no período do festival de Bolos, Biscoitos e Doces, onde capacita o comércio local. O 1º Ciclo de Palestra abordou o tema: “A Profissionalização do Mercado de Trabalho. E o 2º Ciclo de Palestra abordou o tema: “Desenvolvimento Sustentável nas cidades de pequeno e médio porte.”

*60 pessoas fazem de curso de informática pela internet. 

*Empresários bezerrenses recebem cursos de informática.

-O curso é realizado para o pessoal do comércio, em torno de 20 pessoas recebem a capacitação.

*50 pessoas capacitados no curso de Operador de Telemarketing. 13 pessoas já estão inseridas no mercado.    

*Realização de palestras motivacionais para o crescimento empresarial. 

-A palestra é realizada para os funcionários que fazem parte do comércio bezerrense. Em torno de 60 pessoas foram capacitadas.

* Mais 8.000 pessoas inscritas na Central de Atendimento

* 1.470 vagas de empregos oferecidas

* 260 jovens participaram de cursos no primeiro semestre de 2008

* A FIEPE regional de Caruaru está realizando um trabalho, com o apóio logístico do Governo Municipal, conjunto com os empresários de doces, bolos e similares com o objetivo de profissionalizar cada vez mais o setor. Além de Bezerros, foram contemplados as cidades de Pesqueira, Garanhuns e Bom Conselho;

 

 6) Secretaria de Ação Social

Ação Social: Ação, Cidadania e Inclusão Social

  

ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO

* Programa de Apoio a pessoa idosa (API) –  com 200 idosos nos Centros de Convivência na sede de município e em Serra Negra;

* Agente Jovem de Desenvolvimento Social e Humano

* Programa de Apoio a Criança (PAC)  110 idosos convivendo no Centro de Convivência do Idoso – CCI

* Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) –  330 jovens assistidos no PETI

* Programa de apoio integral a família (PAIF);  

* 9500 famílias recebendo o Bolsa Família

* Programa de apoio a pessoas portadoras de deficiência (PPD);

* Ações Sócio-Educativas de apoio à família (PAC/ASEF)  

* Projeto Nascer Feliz;  30 enxovais distribuídos por mês às gestantes carentes

* Projeto Ver melhor;  25 óculos entregues por mês pelo Projeto Ver Melhor

* Projeto Agasalhar.  Mais de 750 pessoas atendidas com o Projeto Agasalhar

* Programa de ataúdes e sepultamento (ok)

* Programa Cidadão Bezerrense

 

NÃO ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO

* implantação da Casa de Passagem – realiza atendimento a criança e adolescentes em situação de vulnerabilidade, vítimas de maus tratos, exploração e abuso sexual, em caráter de abrigamento provisório.

* Implantação do Programa de Arte e Costura – com o objetivo de qualificar pessoas tanto da área urbana como da rural na qualificação em corte e costura

* Participação do Pacto Nacional da UNICEF – participação da seleção dos municípios para concorrer ao selo UNICEF.

 

Ano 2007 / 2008 

* implantação dos CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) nos bairros Santo Amaro, Salgado e São Pedro.

* Implantação do CREAS – Centro de Referência Especializado da Assistência Social. Cuida dos casos de abuso e exploração sexual infanto-juvenil.

* Implantação do PROJOVEM – 325 jovens atendidos nos bairros de abrangência dos CRAS.

* Participação de cerca de 150 pessoas em cursos de qualificação profissional nos bairros de referência do CRAS.

* projeto Juventude Cidadã, qualificando 120 jovens em 04 cursos (artesanato, criação de pequenos animais, vendas, corte e costura).

* Curso de corte e costura industrial qualificando 130 pessoas a cada três meses.

* Criação e implantação da Secretaria Municipal da Juventude.

 

 7) Secretaria de Saúde

Saúde: Valorização da vida em 1º lugar

  

ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO

* Sistema de abastecimento d’ água;

* Implantação do Projeto Saúde Bucal;

* Informatização;

* Melhoria do atendimento e dos serviços prestados pelo laboratório municipal;

* Sistema de esgotamento sanitário;

* Campanhas

* Informatização dos diversos setores (ok)

* Acréscimo das equipes de apreensão de animais

* Equipes de supervisão (não tem foto)

* Revitalização da Unidade odontológica com palestras educativas nas escolas municipais

* Capacitação

* Capacitação para otimizar o atendimento dos serviços executados pela secretaria de saúde

 

 

NÃO ESTÃO NO PROGRAMA DE GOVERNO 

* Criação da Policlínica;

– A policlínica funciona como um centro de atendimento disponível para a população bezerrense, oferecendo vários serviços médicos em um só lugar, facilitando assim a vida dos habitantes que precisam deste serviço.

* Ampliação e humanização da UMSJ;

– A população tem melhores condições de atendimento na saúde com a ampliação da Unidade Mista São José. A nova ala contém salas de diretoria, farmácia, posto de atendimento, clínica médica feminina, clínica médica pediátrica, clínica médica masculina, clínica medica, enfermagem, rouparia, e sala de serviço. Ao total foram implantados mais 22 leitos dos 30 já existentes, tendo no geral 52 leitos na maternidade aumentando assim os serviços para população.

* Implantação da sede do Conselho Municipal de Saúde;

– A Conselho traçará metas para serem realizadas em benefícios a população bezerrense na saúde

* Realização de duas Conferências da Saúde;

– A Conferência realizada tem como meta capacitar os profissionais de saúde

* Reforma dos PSF’S; (não tem foto)

– Os PSF’S de Bezerros passaram por reformas, melhorando assim o espaço para os profissionais de saúde atenderem os pacientes que precisarem dos cuidados médicos.

* Implantação da Farmácia Popular; (ok foto

– A Farmácia Popular do Brasil é um programa do Governo Federal para ampliar o acesso da população aos medicamentos considerados essenciais. Um dos objetivos do programa é beneficiar principalmente as pessoas que tem dificuldade para realizar o tratamento por causa do custo do medicamento.

* Campanha da Prevenção do Câncer de Mama;

– A Campanha sensibiliza as mulheres a se cuidarem, onde são realizadas palestras educativas e exames.

* Implantação do Programa Saúde Visual através do consórcio do CIDEM

– O consórcio do CIDEM é comporto por um grupo de cidades pernambucanas, que recebem a visita de um microônibus, onde são realizados gratuitamente exames de vista, depois os óculos são entregue ao paciente.

* Aquisição de 2 máquinas fumacê

As máquinas funcionam para diminuir o risco de dengue em Bezerros 

* Entrega de roupas e brinquedos pelos agentes de saúde

– Os Agentes de Saúde realizam campanhas com o objetivo de trazer a auto estima da população, mas carente, onde doam roupas e brinquedos.

* Implantação da Central de abastecimento Farmacêutica

– A Central de abastecimento Farmacêutica fica localizada na Secretaria de Saúde, atendendo a população que precisa de medicamentos.

* Implantação do Programa SAMU

– O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), atende a população bezerrense que necessite do serviço, porém é necessário que o paciente encontre-se em caso de urgência e emergência. O SAMU oferece dois tipos de ambulâncias a Unidade de Terapia Intensiva e a Unidade de Suporte Básico. Bezerros foi contemplada com a Unidade de Suporte Básico, tendo uma equipe formado por seis auxiliares de enfermagens, quatro motoristas e um enfermeiro trabalhando 24h para atender os pacientes que se encontram em caso de urgência e emergência. São consideradas pessoas de urgência e emergência aquelas de natureza clínica, cirúrgica, traumática, psiquiátrica, que possa levar a ter seqüelas ou mesmo à morte.

* Saneamento no Cruzeiro e Alto das Quixabas

– A cidade passa a receber mais uma grande obra para o seu desenvolvimento socioeconômico, onde a população é a principal beneficiada com a obra, pois o saneamento controla e previne doenças, melhora a qualidade de vida da população e melhora a produtividade do indivíduo. A meta é que toda a cidade seja saneada.

 

 Ano de 2007/2008

* Aumento de 30% no número de PSF´s, agora São 14 Postos da Família atendendo mais de 40 000 pessoas. São 600.000 visitas domiciliares nesses 4 anos

– O município conseguiu aumentar a quantidade dos Postos de Saúde da Família para atender as pessoas que moram nas áreas de difícil acesso e distantes da Unidade Mista São José 

* Aquisição de 17 veículos entre carros e motos e mais 3 ambulâncias em Boas Novas, Encruzilhada e Sapucarana

– Carros que auxiliam no transporte dos profissionais de saúde para atender os pacientes e prestar serviços do mais diversos tipos

* Implantação do Centro de Especialidades Odontológicas

– Um local especializado no tratamento dentário com diversos tipos de atendimentos de primeira qualidade

* Implantação da Farmácia Básica do Brasil

– Remédios gratuitos para a população, qualquer pessoa pode levar a receita e retirar o medicamento

* Participação do teatro em peças educativas nas áreas de PSF e descobertas.

* Mutirões de atendimento Médico e de Enfermagem em áreas descobertas e/ou de difícil acesso.

* Mutirões de coleta de glicemia de jejum para Diabéticos e Hipertensos.

* Palestras educativas com os Enfermeiros dos PSF nas escolas Municipais e Estaduais deste Município.

* Entrega de medicações de Hipertensos e Diabéticos pelos ACS’s em domicílio aos pacientes acamados e deficientes.

* Uma média de 150 cirurgias mês na Unidade Mista São José

* Implantação do consultório odontológico no PSF do Santo Amaro II

* Redução de 500% na mortalidade infantil do ano 2000 até 2007

* Ampliação do Bloco Cirúrgico da Unidade Mista. Agora são 2 salas

 * 2 Plantonistas na maternidade de domingo a domingo

Anestesista de segunda a sexta, sala de estabilização, cerca de 100 cirurgias mês, teste do pezinho, realização de CAS (Cirurgia de Alta freqüência), Cirurgias plásticas reparadoras.

* Posto de Atendimento da Unidade Mista = Ginecologia, Cardiologia, Endoscopia, Clínica geral, Ultra-sonografia

* 2000 partos realizados na Unidade Mista São José

* Ônibus Oftalmológico e a Unidade Móvel Odontológica

* Atendimento Odontológico em 80% das áreas cobertas pelo PSF.

* Laboratório Municipal com mais de 10 000 exames mês

* Centro de Fisioterapia: cerca de 1000 atendimentos mês

* Implantação do Projeto Saúde Bucal

* Realização de Campanhas

* Vigilância Sanitária: Inspeção Sanitária em Estabelecimentos Comerciais, Controle da qualidade da água (Programa Vijiágua), atendimento a denúncias

 

8. Secretaria de Gestão Municipal de Administração:

Planejamento, controle interno e combate a corrupção.

  

ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO  

* Adequação dos prédios públicos

* Lei da responsabilidade fiscal (ok)

* Garantia dos direitos trabalhistas dos funcionários (ok)

* Valorização do IPREBE para garantir os direitos dos aposentados e pensionista.

* Reestruturar o Departamento de Patrimônio

* Aperfeiçoamento de Pessoal

* Consolidar as atividades da comissão permanente de processo administrativo disciplinar (ok)

* Criação do Clube dos funcionários públicos

* Garantir a transparência dos processos licitatórios e da comissão de licitação

 

NÃO ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO  

* Ampliação do arquivo municipal

– O espaço foi ampliado com o objetivo de organizar todos os documentos do município que irão para arquivo.

* Tabela de pagamento do funcionário publico municipal (ok)

– Os funcionários recebem a tabela de pagamento no mês de dezembro, assim tem conhecimento do dia que irá receber no próximo ano.

* Antecipação de 25% do 13º. (ok)

– Os funcionários recebem uma parte do seu décimo antecipado.

* Contra cheque impresso com lacre

– O contra cheque impresso é uma forma de preservar a individualidade de cada funcionário. 

* Parceria com o Yázigi

– A Prefeitura realiza parceria com o Yázigi de Bezerros, onde os funcionários que quiserem fazer o curso de inglês terão descontos de até 40%. O pagamento será efetuado mensalmente, já vindo descontado no contracheque do funcionário.

Ano 2007/2008

* Criação do estágio curricular para universitário

 

9) Gerência Geral da Fazenda e Fiscalização  

Finanças: Controlar gastos é gerar recursos.

 

ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO

* Aquisição de novos equipamentos de informatização para melhorar o atendimento ao público

* Melhoria do atendimento ao público, investimento numa mudança de postura do servidor com relação ao contribuinte.

* Expandir o sistema de rede da secretaria, interligando todos os departamentos.

* Instalações de postos de coleta de sugestões e críticas referentes ao atendimento

* Conscientização do servidor sobre sua importância  dentro da nova filosofia imposta pela lei de responsabilidade fiscal

* Treinamento e capacitação de funcionários nas áreas de arrecadação e reforma tributária

* Abertura de contas para fornecedores, facilitando a liberação de crédito.

* Desperta no servidor o interece pelo conhecimento das leis vigentes na legislação atual.

  

NÃO ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO

* Estamos proporcionando facilidades ao contribuinte do IPTU com desconto de 30% sobre o imposto com pagamento à vista, podendo parcelar em até sete vezes sem desconto;

* O contribuinte que deve IPTU de anos anteriores poderá liquidar o débito em cota única com desconto de até 100% sobre juros e multa podendo parcelar em até 10 vezes com desconto de 90% sobre juros e multa;

* Fizemos um grande esforço atualizando as plantas de quadras e loteamentos, facilitando a cobrança mais justa do IPTU principalmente das camadas mais pobres do nosso município;

* Realizamos o ordenamento de bancos e de algumas atividades comerciais das feiras livres desta cidade;

* Criamos mecanismo de proibição para o acesso indevido de veículos automotores nas ruas onde funcionam as feiras livres. Ex: placa de sinalização de trânsito, cavaletes e comunicados distribuídos entre as pessoas interessadas;

* Contratação de empresa especializada em segurança para garantir total tranqüilidade aos feirantes e visitantes das atividades em nossas feiras;

* Massificamos a comunicação a toda população sobre a importância da arrecadação do IPTU para o nosso município;

* Promovemos a atualização do Código Tributário beneficiando a população mais carente deste município. Ex: isenção de mais de 5 mil imóveis com área até 70 m2;

* Elaboração do orçamento deste município para 2007. Total previsto de receita aproximadamente R$ 61.000.000.00

* Promovemos a revisão do Plano Plurianual para investimentos importantes em nosso município durante os próximos 4 anos;

* Promovemos a distribuição de mais 30.000 DAM’S de IPTU do exercício e da Divida Ativa, entregando-os nas residências dos contribuintes, economizando mais de R$ 10.000 para o município;

* Estamos desenvolvendo uma política efetiva de sinalização nas ruas de nossa cidade;

* Fizemos o recadastramento e regulamentação de todos os veículos referente a atividade de táxi

* Promovemos o recadastramento dos feirantes de todas as atividades das feiras livres desta cidade. 

10) Secretaria de Infra-Estrutura 

Infra-Estrutura: Qualidade de vida. Isto é o que queremos

 

ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO 

* Cumprimento do código de obras no município (ok)

* Manutenção e informatização do almoxarifado ( não tem foto)

* Conservação de estradas vicinais

* Apoio técnico as demais secretarias (não tem foto)

* Manutenção da operação cidade limpa

* Registro e controle de obras (ok)

* Reforma de praças e lougradouros públicos

* Priorizar obras estruturadoras

* Fiscalização de obras

* Cumplimento da planta diretora

* Áreas de preservação ecológica (não tem foto)

 

NÃO ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO 

* Criação do curral Dão Borba

– O espaço foi criado para os criadores de animais realizarem a feira, onde acontece a venda e troca de animais.

* Calçamento de 22 ruas

– A Prefeitura Municipal dos Bezerros firmou convênio com o Ministério das Cidades no valor de R$ 510.000,00 mil, onde foram calçadas 22 ruas no total de 10.531,00 m² de extensão. As ruas ficam localizadas nos Bairros da Gameleira, Santo Antônio e Rosário, beneficiando 660 famílias que moram nas localidades.

* Fardamento dos garis

– Os garis receberam fardamentos novos trabalhando de uma forma padronizada

* Leilão dos carros sem uso

– Os carros que não estão mais sendo usados irão a leilão, onde o valor arrecadado será para comprar novos carros para a administração.

* Pavimentação de trechos na estrada para serra negra

– Os pontos mais críticos da estrada da Serra Negra foram pavimentados melhorando o acesso de carros.

* Reposição de calçamento

– Alguns trechos do calçamento que estava esburacado foram repostos.

* Reforma do Cemitério de Encruzilhada

– A reforma foi realizada com o objetivo de aumentar o espaço do cemitério.

* Asfalto

– O asfalto da cidade faz parte do Projeto do Anel Viário, na primeira etapa a obra contemplará as reformas das Praças Narciso Lima, Duque de Caxias, Bandeira, Rosário, Tamarindos, São Sebastião e Centenária. A meta é que toda a cidade seja asfaltada até a terceira etapa. 

* Implantação dos Tubos de Concretos para captação das águas pluviais

– A Rua da Estrela, a Travessa Sigismundo Gonçalves e a Ponte do Comercio receberam a galeria em tubos de concreto para a captação das águas pluviais.

* Início das obras do canal do salgado

– Uma obra que melhora a qualidade de vida dos moradores do Salgado e bairros vizinhos.

* Mais de 70 mil m² de pavimentação já entregues

– Mais de 30 ruas calçadas na cidade e na zona rural. Cohab, Loteamento Nossa Senhora da Conceição, Santo Amaro II, São José e Salgado. Na zona rural os povoados de Cajazeiras, Boas Novas e Sapucarana também foram calçados.

* Reforma das Praças Duque de Caxias, Praça da Bandeira, Praça Narciso Lima, Praça São Sebastião, Praça Santo Antônio, Praça do povoado de Cajazeiras, Praça da Cohab

* Construção da ponte da passagem molhada

– Melhorando o acesso do Bairro Rosário, Centro e Queimada Dantas para o bairros Santo Antônio, São Vicente, Asa Branca e São José.

* Recuperação e ampliação da ponte de Varzinha

* Saneamento do Bairro São José

* Retirada das baronesas do Rio Ipojuca

* Calçamento do povoado de Areias e Sapucarana

* Construção da Praça da Policlínica

* Aterro do Lixão

* Reforma da Praça de Sapucarana

* Construção dos Banheiros públicos e o ponto de ônibus de Cajazeiras

* Construção da sede do Departamento de Trânsito

* Construção da passarela em madeira sobre a ponte de ferro

 

11) Secretaria de Agricultura  

Agricultura e Pecuária: Desenvolvimento integrado e sustentável para a zona rural.

 

ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO

* Capacitação para homem do campo .

* Programa de aração de terra

* Eletrificação rural e construção de cisternas (tirar foto). É através da AFABE, beneficiando 80 famílias

* Crédito para o Pequeno Produtor Rural (tirar foto) 

 

NÃO ESTÃO NO PLANO DE GOVERNO

*Programa Educando no campo um projeto pedagógico de educação do campo, afirmado por uma política pública que busque realmente expressar a realidade camponesa.

*Projeto Galinha Caipira (início agosto/2007 até a presente data) – o projeto é uma iniciativa pioneira no segmento de galinha caipira para postura no município. Abrange desde a fase da produção até a comercialização de ovos, estimulando a inserção do agricultor familiar no mercado, através do exercício à economia solidária.

OBJETIVO – Incentivar o desenvolvimento da criação de Galinhas Caipiras de Postura, de forma integrada e sustentável, visando à melhoria da qualidade de vida das populações rurais.

PÚBLICO BENEFICIADO – agricultores familiares, organizados em associações comunitárias no município. Após a seleção das famílias, são entregues os pintinhos (10 fêmeas e 02 machos) e 5 kg de ração pré-inicial. O repasse da mesma quantidade de pintinhos para outro agricultor familiar é à contrapartida da comunidade. O acompanhamento técnico deste projeto é realizado, através das orientações da Zootecnista. 

*Campanha de Vacinação Contra Febre Aftosa a vacina contra a febre aftosa pode ser feita pelo próprio produtor, que deve apresentar documento comprovando a vacinação do rebanho à autoridade competente, ou pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, que realiza a vacinação na propriedade do criador gratuitamente.

 *Emissão da Guia de Transporte Animal (GTA) necessária para o transporte dos animais domésticos (bovinos, bubalinos, eqüinos, caprinos, ovinos, suínos, etc) destinados para o abate, cria, reprodução, leilões, exposições e esportes.

*Programa Horta Comunitária propagar a importância de uma alimentação saudável através dos princípios das “Leis de Nutrição” onde devem se observar a qualidade e a quantidade dos alimentos.

*Programa Garantia Safra é um benefício social vinculado ao Ministério do Desenvolvimento Agrário. Seu objetivo é garantir renda mínima para a sobrevivência de agricultores de localidades atingidas sistematicamente por situação de emergência ou calamidade pública causadas por estiagem ou chuvas.

*Reforma do matadouro melhoria das instalações visando a higienização do ambiente e qualidade da carne.

*Programa Reciclar nas Escolas separação do lixo orgânico e inorgânico.

*Sementeira Municipal Amigo Zuza produção de mudas de árvores frutíferas, medicinais, ornamentais, etc., para doação as comunidades.

*Curso de Podagem habilitar executores de poda para um trabalho adequado às características biológicas das espécies arbóreas urbanas. Contemplando os seguintes temas:

 -Orientação quanto às formas naturais das copas de árvores, bem como seus padrões de crescimento (modelos arquitetônicos);

-Apresentar as características físicas e biológicas de galhos e troncos;

-Demonstrar a forma correta de corte de galhos;

-Avaliar as ferramentas e equipamentos recomendados para a execução da poda, bem como os EPI´s – Equipamentos de Proteção Individual – a serem utilizados;

-Exercitar a poda correta

*Capacitação dos ADL (AGENTE DE DESENVOLVIMENTO LOCAL) apoio ao o homem do campo.  

 

12) Departamento Municipal de Trânsito e Transportes (DEBETRANS)

AGENTES DE TRÂNSITO JÁ ESTÃO NAS RUAS 

            Os Agentes Municipais de Trânsito já estão em fase de conclusão da parte teórica do curso. A partir desse mês de junho, as aulas práticas serão dadas nas ruas de Bezerros. A turma de 18 alunos selecionada pelo Departamento de Trânsito e Transportes de Bezerros (DEBETRANS) começou as aulas no mês de abril, após esses dois meses, a parte prática será aplicada.

            Quem foi à Serra Negra no último domingo, dia 15/06, pôde conferir e observar os agentes espalhados em pontos estratégicos do povoado, uma medida para orientar os visitantes que foram aproveitar a abertura do São João Cultural. Nos dias 18, 19 e 20 de junho, as aulas práticas serão aplicadas nas principais avenidas e ruas da cidade. Os alunos poderão pôr em prática todo o aprendizado teórico. De início, no prazo de 120 dias, os agentes municipais estarão nas ruas apenas em caráter educativo. Faixas e avisos serão colocados para que o pedestre e o motorista possam saber e contribuir com o treinamento. Após esse prazo, todos deverão estar capacitados para atuar efetivamente em campo, fazendo cumprir as leis e o código de trânsito. “Durante os próximos quatro meses a cidade estará se adequando às mudanças. Algumas ruas terão trajeto modificado, placas colocadas e melhor sinalização”, disse Geraldo Ferreira, Chefe da Divisão e Fiscalização de Engenharia. Assim, Bezerros ganha mais credibilidade com a municipalização do trânsito. Melhor para o motorista e para o pedestre.

            Até o momento, o DEBETRANS realizou aproximadamente 190 (cento e noventa) abordagens com cobertura em vários eventos da cidade como Festival de Bolos e Doces e São João Cultural. De segunda a sábado, os agentes estão nas ruas do centro de Bezerros e, posteriormente, atuando em outros bairros após a chegada de 04 motos já solicitadas.

 

13) IPREB

– 215 aposentadorias 

– 41 pensionistas

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal dos Bezerros.

 

OBS: Ninguém me sugeriu ou interveio de qualquer forma para que eu publicasse tal matéria neste blog. O fiz porque quiz e, inclusive, não pedi nem autorização de ninguém, portanto, me responsabilizo inteiramente pelo ato, “LEGAL”, ressalte-se de passagem. Bel. Aldo Corrêa de Lima. Bezerros – Estado de Pernambuco, 19 de Setembro de 2008.

Publicado em Diversos. 12 Comments »

Os 40 anos do hexa do Náutico são lembrados na Assembléia Legislativa de Pernambuco

 

 

 Com a presença de craques que vivenciaram a conquista de 1968, da diretoria e membros do conselho, por iniciativa do deputado Antônio Moraes (PSDB), o grande expediente especial desta segunda-feira na Assembléia Legislativa lembrou a passagem dos 40 anos da conquista do hexa campeonato do Clube Náutico Capibaribe, em sessão sob a presidência do deputado Guilherme Uchoa (PDT).

 

Além de parte dos parlamentares alvi-rubros – que são maioria entre os 49 deputados – marcaram presença o deputado Sebastião  Rufino (DEM), juiz de futebol aposentado e que não revela o time para que torce, e o deputado rubro negro Isaltino Nascimento (PT), que ressaltou a “pernambucanidade” do futebol local. “Em Pernambuco, o povo torce pelos nossos times, e isso é mais uma forma de valorizar nossa identidade”, ponderou.

 

Fonbte: Blog do Magno

Publicado em Diversos. 1 Comment »
%d blogueiros gostam disto: