TATUAGEM x Concurso Público

Tatoo

Visando emprego e bom cargo após concursos públicos, clínicas são cada vez mais procuradas por brasileiros que querem remover tatuagens

SÃO PAULO (ABN NEWS) – Desde que a crise mundial surgiu, os reflexos são sentidos também em nosso país. Bancos e empresas de consultorias estimam que a taxa de desemprego no Brasil, que em outubro de 2008 era de 7,5%, possa chegar a 9% até o final de 2009. Isso significa que, neste ano, a previsão é que mais de 365 mil brasileiros vão procurar por uma vaga para recolocação ou recorrer aos concursos públicos, elevando para 2,160 milhões o contingente de desempregados nas seis maiores regiões metropolitanas do país.

Mas nem tudo é tão simples. Concursos militares são mais rigorosos quanto ao uso de tatuagens que não fiquem escondidas sob a farda. Isso pode ser fator de eliminação do candidato na hora da prova prática. Tatuagens que fogem da normalidade ou que tenham teor racista, partidário também são um obstáculo para os candidatos.

Por isso as clínicas especializadas em remoção de tatuagem revelam que o movimento nas clínicas aumentou em 2009. A clínica Deep Laser, situada nos Jardins, em São Paulo, registrou aumento de 60% na procura por remoção de tatuagem de pessoas que estão prestando concursos públicos. Para Suelli Domingues, diretora clínica da Deep Laser “o aumento do número pessoas que vieram em busca de remoção de tatuagem no primeiro trimestre de 2009 nos surpreendeu. Como fazemos uma pesquisa na avaliação inicial notamos que grande parte está prestando concursos públicos e quer evitar qualquer empecilho na hora de conquistar a vaga.

Sobre a remoção por laser

Livrar-se de uma tatuagem era um processo quase impossível há algum tempo. Após muita pesquisa e análise, a solução definitiva para remoção de tatuagens foi aprimorando-se e hoje temos o laser de Diodo (YAG), considerado mundialmente como o mais eficaz método para este procedimento.

Seguro e confiável, o laser de Diodo é destinado a pessoas modernas que procuram uma forma segura e higiênica de livrar-se das tatuagens.

Este tipo de laser é menos traumático para a pele. Por ter afinidade com o pigmento da tatuagem, a luz do laser atua somente sobre ele, permitindo a remoção sem lesionar a pele ao redor.

A avaliação neste processo é imprescindível, para saber há quanto tempo foi feita a tatuagem, quanto o organismo já absorveu, tipo de pele, localização, coloração, tamanho, etc.

Tatuagens de cor preta são mais fáceis de serem removidas. A farmacêutica e cosmetóloga Suelli Domingues, que dirige a clínica Deep Laser nos Jardins (SP) é especializada no manuseio deste tipo de laser e possui várias especializações neste segmento.

Sobre a Deep Laser – A Deep Laser é um centro avançado de estética que possui uma equipe de cirurgia plástica, dermatologia, odontologia, medicina estética, nutrição e massoterapia que proporciona os mais diversos tratamentos relacionados à saúde, estética e equilíbrio energético, através de biotecnologia de ponta e capacitação constante de todos os profissionais.

Dispõe de novidades e tratamentos, através de terapias únicas ou combinadas, surpreendendo nos resultados finais. Cada parte e cada detalhe do corpo são tratados de forma personalizada.

Na Deep Laser a sinergia é perfeita entre a medicina, a estética e tratamentos complementares, respeitando a necessidade e objetivos de cada paciente.

O espaço foi especialmente projetado para que o cliente obtenha o máximo conforto e relaxamento durante seu tratamento.

Fonte: Agência Brasileira de Notícias.

Veja Também: Concurso Público, SPC e SERASA: Nome sujo na praça é condição para o candidato não ser nomeado ?

Publicado em Diversos. 4 Comments »

SENADORES CORRUPTOS (Senado pagou R$ 5 milhões de horas extras em julho/2009) – ABSURDO !!!

Senado Corrupto.

Até bem pouco o melhor emprego do mundo era o de massagista da Gisele Bündchen. Não é mais.

Hoje, nada supera em prazer o ofício de servidor do Senado. No recesso de janeiro, a Casa pagara R$ 6,2 milhões em horas-extras.

Houve espanto, assombro, estupefação. Descobre-se agora que o tônico financeiro foi servido também no recesso de julho.

Num mês em que “funcionou” por escassos 17 dias, o Senado enfiou no contracheque de seus servidores R$ 5,036 milhões em horas extras.

Em nota, a Diretoria Geral do Senado diz que, em maio, foram reforçados os controles. Imagine-se se continuassem frouxos!

Se houve “incorreções”, diz o texto, os servidores terão de ressarcir as arcas do Senado em setembro. Será ?

Fonte: Blog de Josias de Souza.

Senado Corrupto 2..

___________________________________________________________

CB007271

Senadores usam verba indenizatória com amigos

Os senadores têm usado a verba indenizatória mensal de R$ 15 mil para contratar consultorias de amigos – embora o Senado tenha 170 consultores legislativos -, fazer propaganda em rádios e jornais regionais e pagar refeições caras. Há contas de até R$ 2,2 mil em restaurantes. As notas apresentadas pelos senadores, que recebem salários de R$ 16,5 mil, não passam por nenhuma fiscalização. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

A relação de restaurantes frequentados pelos senadores nos últimos cinco meses, com dinheiro do Congresso, revela um guia gastronômico. Destacam-se, principalmente, as refeições que variam de R$ 500 a R$ 2,2 mil.

O senador Valdir Raupp (PMDB-RO) é um dos campeões no uso da verba indenizatória extra em rádios e jornais regionais. Foram R$ 40 mil nos últimos meses. Somente em agosto ele desembolsou R$ 14 mil dos cofres do Senado, distribuídos em, pelo menos, dez rádios de Rondônia. Seu colega de Estado Expedito Júnior (PR) não fica longe – gastou R$ 30 mil desde abril em órgãos de comunicação.

Quando o assunto é “consultoria”, descobre-se que funcionários da Câmara são contratados pelo Senado e aliados de senadores recebem por serviços prestados à Casa. O senador Adelmir Santana (DEM-DF), por exemplo, pagou R$ 12 mil, em maio, à Guimarães Baião Consultores Associados. A empresa pertence a Carlos Augusto Guimarães Baião. Ele é diretor do instituto de pesquisa da Federação do Comércio (Fecomércio) de Brasília. A federação é presidida pelo próprio senador.

O senador Gilberto Goellner (DEM-MT) contratou os serviços da Consultoria Empresarial R&N, com sede em Brasília. A empresa pertence a um funcionário de confiança da Câmara, Nelson Vieira Fraga Filho. Ele é lotado na Comissão de Agricultura da Casa.

Magno Martins.

___________________________________________________________

Despesas da Câmara e Senado serão de quase R$ 100 milhões

A proposta do Orçamento 2010 para a Câmara e o Senado abre uma brecha que, se concretizada, vai gerar um gasto de quase R$ 100 milhões por ano com despesas de pessoal. Juntas, as duas Casas previram o preenchimento de 665 cargos e funções que hoje estão vagos. Os postos podem ser ocupados por concursados ou comissionados, a depender das metas dos legisladores. As duas propostas não incluem o plano de cargos e carreiras que está sendo gestado pelas Casas. As informações são do Correio Braziliense.

O Senado elaborou uma peça orçamentária cerca de R$ 10 milhões superior à deste ano. A Câmara conseguiu economizar R$ 130 milhões na comparação com igual período. O crescimento do gasto previsto com pessoal é minimizado com cortes em investimento, por exemplo.

A Câmara prevê chamar 335 funcionários a um custo anual de R$ 48,7 milhões. O Senado abre a possibilidade de ter outros 300, com uma despesa anual de R$ 41,8 milhões ou R$ 28,1 milhões em 2010, já que, segundo consultores do Orçamento, há um cronograma de convocações. O valor cheio valeria se todos os 300 fossem chamados em janeiro. Atualmente, o Senado gasta R$ 2,2 bilhões ao ano com despesas de pessoal e encargos sociais. A Câmara, R$ 2,6 bilhões.

Publicado em Diversos. 3 Comments »
%d blogueiros gostam disto: