Descarte de móveis nas ruas é crime ambiental

Por muitos cantos da cidade, terrenos baldios e calçadas viram depósito de velharia. Na área, um vaso sanitário e um pouco mais à frente, um monitor de computador. A máquina de lavar virou sucata e foi parar na beira da rua. Mas o campeão de descarte, em áreas públicas, é mesmo, o sofá.

Quem for pego jogando móveis em locais públicos ou terrenos baldios vai responder por crime ambiental. A multa não é nada leve, pode variar de R$ 5 mil a R$ 50 milhões. Mas a própria prefeitura admite que é difícil fazer esses flagrantes.

Todos os dias, equipes de limpeza da prefeitura percorrem Maringá recolhendo esse lixo. A conta desse serviço é paga por todos.

“Quando a pessoa pega o sofá e desova em um terreno baldio, está causando transtornos a todos, porque quem paga a conta de buscar isso é ele mesmo”, diz o secretário de serviços públicos de Maringá Vagner Mússio.

No portão do condomínio, toda semana aparece alguma coisa velha. A última foi uma pia de cozinha. A síndica, cansada de recolher a sujeira, deixa uma sugestão: “Doe os móveis. Cada um que cuide de seu lixo”, aconselha a síndica Selma de Aragão Souza.

Trinolex

5 Respostas to “Descarte de móveis nas ruas é crime ambiental”

  1. Rose Says:

    bom dia ontem à noite me deparei com a minha vizinha jogando um colchão de casal na rua na maior cara larga e no final da rua tinha um caminhão da prefeitura não fizeram nada e o colchão continua lá gente porca é outro nível

  2. Josi Says:

    Acho um absurdo jogar móveis nas ruas, concordo com as campanhas que fazem para doar moveis usados e não jogar nas ruas, mas infelizmente não há estrutura pra se receber esses móveis. Sempre que tenho que descartar algo é muito difícil. Atualmente estou com roupas para doar e um conjunto de sofá pra ser descartado pois comprei outro e o velho não está em bom estado. Mas mandei um email pro exército da salvação e eles me responderam que não atendem na minha cidade, liguei pra regional da prefeitura me falaram pra jogar na rua e que se nenhum catador pegasse ligasse pra eles de novo que eles retirariam da calçada.
    Que absurdo, se é crime jogar na calçada porque que eu tenho que fazer isso? E se eu jogo na calçada e a enchente chegar primeiro que o catador? Já pensou o que pode acontecer? A campanha tem um bom objetivo mas que infelizmente não funciona.

  3. lene Says:

    Rodrigo te amo

  4. lene Says:

    lixo tecnológico uma coisa seria a ser encarada!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: